Fordismo e toyotismo na civilização do automóvel (thomas gounet) texto breve

874 palavras 4 páginas
Fordismo e Toyotismo na civilização do automóvel (Thomas Gounet)

Um dos pontos fundamentais que norteia esta obra, é exatamente a crise estrutural do capital junto a passagem do fordismo para o toyotismo que afetou o setor automobilístico.
Segundo Thomas Gounet, A análise desses métodos de exploração do trabalhador, e o modo pelo qual as empresas automobilísticas encaram a crise, hiper centralizando o polo do capital na relação entre capital e trabalho, isto é, potencializando a exploração dos trabalhadores com demissões intensas e aumentando a exploração do trabalhador com métodos tayloristas. Thomas Gounet nos diz que vivemos uma nova era, a da autonomização ou auto-ativação, que (...) é a capacidade de uma máquina funcionar
…exibir mais conteúdo…
Gounet

Relacionados