Formação da Europa Feudal

5888 palavras 24 páginas
A Formação da Europa Feudal Os romanos, a exemplo dos gregos, chamavam de "bárbaros" a todos aqueles que não tinham seus costumes e que não falavam sua língua. Entre esses povos, estavam os germanos, cujas invasões provocariam a desestruturação do Império Romano do Ocidente.
A partir do fim do século III, com o enfraquecimento do poderio de Roma, alguns povos que habitavam nas proximidades das fronteiras do Império começaram a se instalar pacificamente em seu território, como aliados, isto é, como colonos e, sobretudo, como soldados.
No final do século IV, os hunos, povo guerreiro de origem asiática, chegaram a Europa oriental e mudaram esse quadro, acelerando o processo de desintegração do Império Romano. Praticamente empurrados
…exibir mais conteúdo…
O vassalo não era proprietário do feudo - ele podia apenas usufruir desse bem. Portanto, ele estava proibido de fazer qualquer negociação que envolvesse a venda da terra. A partir do século IX, o feudo tornou-se um bem hereditário. Ao receber a doação, o vassalo tornava-se senhor das terras que recebia. Ele então podia doar parte dessas terras a outro homem e, assim, tornar-se também um suserano ou senhor.
A contribuição dos povos germânicos
A intensificação das invasões germânicas na Europa ocidental trouxe mudanças e acrescentou novos elementos à sociedade que se formava.
Os povos germânicos trouxeram consigo certos costumes que se incorporaram à sociedade nascente, como o padrão de justiça, baseada na tradição (consuetudinário), e noções de honra e lealdade, que fundamentavam as relações entre o chefe guerreiro e seus comandados.

2.
Prática comum entre os germânicos, o ato de conceder terras como recompensa aos homens que se destacavam nos combates foi consolidada nesse período. Assim, à medida que avançavam e se instalavam no território romano, os guerreiros tornavam-se senhores de terras. A união entre eles e seus comandantes baseava-se apenas na lealdade e na palavra. Assim, os novos senhores da terra passavam a ser praticamente independentes dentro de seus domínios, que agregavam germânicos e romanos. Com o tempo, eles se transformariam em senhores feudais, e a administração fortemente centralizada do Império Romano daria lugar a um

Relacionados

  • Características do feudalismo
    1608 palavras | 7 páginas
  • Resenha do livro 1492 a conquista do paraiso
    3629 palavras | 15 páginas
  • Plano de aula 6º ano
    1043 palavras | 5 páginas
  • Povos barbaros
    2585 palavras | 11 páginas
  • A relação da igreja católica na formação dos estados modernos
    1461 palavras | 6 páginas
  • Ficahemento do livro édouard perroy, a idade média volume vii o período da europa feudal, do islã turco e da ásia mongólica. (séculos xi-xiii). editora: berfotand brasil, tradução: j. guinsburg e vitor ramo
    2147 palavras | 9 páginas
  • CRISE FEUDAL
    2860 palavras | 12 páginas
  • PROVA
    4444 palavras | 18 páginas
  • BASCHET O PERIODO FEUDAL
    1121 palavras | 5 páginas