Fratura de Colles

1769 palavras 8 páginas
Fratura de Colles:
A fratura de Colles é a fratura mais frequente do ser humano. Em mais de 90% dos casos deve-se a uma queda ao caminhar. A fratura recebe o nome em homenagem a Abraham Colles (1773- 1843), um cirurgião irlandês, que foi a primeira pessoa a descrevê-la. Colles descreveu a fratura oitenta anos antes do aparecimento do Raio X e não teve oportunidade de a dissecar, limitou-se a descrever o que viu - a deformidade externa. A única especulação que fez (e também o único erro que contém o seu escrito) foi tentar definir a localização do traço de fratura, não referindo idades para a sua ocorrência. A zona distal do rádio concentra o maior número de fraturas observadas num serviço de urgência de ortopedia, do total 95% são fraturas de Colles (também pode ser conhecida como: Fratura por angulação e fratura transversa do punho). A fratura de Colles ocorre na extremidade distal do rádio, próximo ao punho, e caracteriza-se pelo desvio dorsal do fragmento distal. * Idade (dos 50 anos em diante) — muito frequente, forte predomínio feminino. Domina o quotidiano clínico, não só pela frequência: acima de tudo porque responde frequentemente mal ao tratamento de rotina. É provocada por baixas energias; Tem fragmentação discreta; Atinge quase exclusivamente o sexo feminino, e surge exatamente quando este começa a sofrer a osteoporose pós menopáusica. Na mulher idosa osteoporótica, a fratura ocasiona esmagamento irreversível e proporcional ao

Relacionados

  • Fratura de colles
    1542 palavras | 7 páginas
  • tipo de fraturas
    2307 palavras | 10 páginas
  • Fratura de Maléolo Lateral
    3161 palavras | 13 páginas
  • FRATURA DE ÚMERO PROXIMAL 1
    1026 palavras | 5 páginas
  • Fratura de pelve em cao
    1041 palavras | 5 páginas
  • Falhas, fraturas e fluência de materiais
    1488 palavras | 6 páginas
  • Fratura de monteggia
    2623 palavras | 11 páginas
  • A dinâmica das guerras de linha de fratura
    2096 palavras | 9 páginas
  • Fratura de jones
    1093 palavras | 5 páginas