Frequência absoluta e relativa

3553 palavras 15 páginas
Frequência Absoluta e Relativa
Expressando os resultados das medidas de frequência freqüência absoluta; freqüência relativa.
Freqüência Absoluta representa a forma mais simples de expressar um resultado; bastante utilizada pela imprensa leiga. ex.: em Porto Alegre foram registrados 5 casos de tuberculose durante o ano de 1996. limitação: não permite um maior conhecimento da situação; exemplos de freqüência absoluta: - comparações regionais; e - séries temporais.
Comparações Regionais: o caso da epidemia de cólera no Brasil entre 1855-1867
“tendo invadido a Europa mais uma vez, quis o nosso mau fado que, em 1855, nos chegasse a cólera: atacou o Pará, depois a Bahia (em 55-56, 36.000 vítimas), o Rio, finalmente;
…exibir mais conteúdo…

AULA 14 10 2009
EPIDEMIOLOGIA DESCRITIVA tem como objetivo o conhecimento da FREQÜÊNCIA e da DISTRIBUIÇÃO de um evento na população.
Questões básicas da epidemiologia descritiva: A essência da epidemiologia descritiva está em bem definir o evento e especificar adequadamente as suas freqüências em relação às características das pessoas atingidas pelo evento, dos lugares e do tempo isso se deu.
“que”: qual tipo de evento está sendo enfocado?;
“quem”: quais pessoas foram atingidas pelo evento?;
“onde”: em que local elas foram atingidas pelo evento?;
“quando”: em que época elas foram atingidas pelo evento? as respostas às questões “quem”, “onde” e “quando” => espelham a distribuição de um evento na população.
Quem (pessoas): determina as características das pessoas expostas ou afetadas por um determinado evento ou dano: sexo, idade, tipo de ocupação, etc; as variações de freqüência entre segmentos da população informam sobre os grupos mais e os menos acometidos;
Onde (lugar): determina as características do local onde as pessoas foram expostas ou afetadas; busca-se realçar diferenças geográficas da freqüência do evento: estados, municípios, bairros, situação urbano-rural, etc.
Quando (tempo): são utilizadas unidades de tempo para verificar variações na freqüência do evento; as freqüências podem ser computadas por ano, por mês, semana, etc.
Usos e aplicações da epidemiologia descritiva: fornece um

Relacionados