Governos ditatoriais na américa latina: luta repressão e resistência em cuba, brasil e argentina.

2001 palavras 9 páginas
[pic]

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

GOVERNOS DITATORIAIS NA AMÉRICA LATINA: LUTA REPRESSÃO E RESISTÊNCIA EM CUBA, BRASIL E ARGENTINA.

Helisangela Andrade Keyth Saborido Larissa Carla

Recife, 09 de Dezembro de 2011.

INTRODUÇÃO

A América Latina foi tratada durante muito tempo como o quintal dos Estados Unidos. Sendo assim houve uma manipulação dos governos da América Latina que tiveram como justificativa o perigo
…exibir mais conteúdo…
El derecho de rebelión contra el despotismo, señores magistrados, ha sido reconocido, desde la más lejana antigüedad hasta el presente, por hombres de todas las doctrinas, de todas las ideas y todas las creencias.[4]

(comentar algo sobre trecho- incluir amnha) Com a anistia Fidel foi para o México “onde conheceu Ernesto Che Guevara, médico argentino envolto em causas sociais que lá se encontrava após a vitóriados contra-revolucionários na Guatemala”[5]. O objetivo era organizar ideias para programar um novo ataque a soberania cubana. Fidel fez várias articulações políticas neste memento – fez contato com grupos dos EUA de emigrante que insatisfeitos partiram da ilha desde as luta de independência, além disso se comunicou com o movimento 26 de Julho que era oposicionista do governo em Cuba. O segundo passo foi dado quando sob organização de Fidel um grupo a bordo do barco Granma pretendia desembarcar na ilha quando estivesse acontecendo diversas manifestações populares que dispersariam as atenções.

[pic] Fig. 1 O exército rebelde. [6]

Mais uma vez a estratégia não deu certo, pois devido as condições da embarcação os reacionários chegaram fora da data marcada e deste forma não coincidiu com nenhum levante na cidade. Os ocupantes do barco foram pegos “em um ataque das forças de Batista no qual apenas doze combatentes sobreviveram e se dispersaram pela Sierra Maestra”[7]. O então grupo

Relacionados

  • Ditadura militar no brasil
    8349 palavras | 34 páginas
  • O PAPEL DO PROFESSOR NA DITADURA MILITAR DE ACORDO COM AS ENCICLOPÉDIAS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA ELABORADAS NO PERÍODO DE 1964 - 1985
    20015 palavras | 81 páginas