Guerras e conflitos separatistas

9152 palavras 37 páginas
-------------------------------------------------
Guerra Civil Iugoslava

O prédio do parlamento bósnio após ser atacado por militares sérvios. (1992)
A Guerra Civil Iugoslava é o nome dado a uma série de violentos conflitos bélicos ocorridos no território da antiga República Socialista Federativa da Iugoslávia, que ocorreram entre 1991 e 2001. Para a maior parte, o conflito tem em comum uma unidade no sentido da criação de várias limpezas étnicas em áreas sérvias dentro da Iugoslávia, e sua eventual união com a Sérvia propriamente dita, criando assim um Estado povoado por uma esmagadora maioria de etnia sérvia. O ideal de uma "Grande Sérvia", foi a percepção e a meta principal para muitos dos combatentes sérvios e voluntários
…exibir mais conteúdo…
Estas tensões foram exploradas pelo Eixo Roma-Berlim-Tóquio na II Guerra Mundial, que estabeleceu um Estado fantoche contendo a maioria parte da Croácia e da Bósnia-Herzegovina. Foi posto no comando do Estado Independente da Croácia para uma organização fascista, a Ustashe, que conduziu uma política de genocídio contra civis sérvios no território. A milícia sérviaChetniks retaliou contra os croatas. Ambos lutaram e foram derrotados pelo movimento de tendência comunista e anti-fascista, os Partisans Iugoslavos, composta por membros de todos os grupos na área, que resultou na formação da República Socialista Federativa da Iugoslávia.
No caso de áreas povoadas por albaneses, a principal causa foi o crescimento da população albanesa em áreas que anteriormente eram minoria. No caso do Kosovo, alguns sérvios interpretaram este crescimento da influência albanesa como uma perda de suas terras ancestrais.
-------------------------------------------------
As Novas Repúblicas e a Guerra Civil
Em janeiro de 1990, o Partido Comunista da Iugoslávia convoca um congresso em Belgrado, em que os membros do partido resolvem aceitar a instalação de um regime multi-partidário no país. Entretanto Milosevic se recusa a permitir outras reformas e as delegações da Eslovênia e da Croácia se retiram do congresso, provocando a dissolução do partido. Em julho do mesmo ano, o Partido Comunista da Sérvia muda o seu nome para Partido Socialista da Sérvia, mas mantém o seu patrimônio, a sua

Relacionados

  • Conflitos étnicos-nacionalistas e separatismo
    5760 palavras | 24 páginas
  • Conflitos Étnicos – Nacionalistas e Separatismo
    1798 palavras | 8 páginas
  • Conflitos etnicos
    1981 palavras | 8 páginas
  • Movimento separatista na europa
    1211 palavras | 5 páginas
  • Conflitos étnicos na ex Iugoslávia
    2887 palavras | 12 páginas
  • Conflitos Mundiais na Asia
    1406 palavras | 6 páginas
  • Conflitos no mundo contemporâneo
    1824 palavras | 8 páginas
  • Conflito basco
    4385 palavras | 18 páginas
  • A confederação do equador e a guerra cisplatina
    807 palavras | 4 páginas