História da Cama

2660 palavras 11 páginas
História da Cama

Podemos considerar a cama como a peça de mobiliário mais importante da casa, já que nela passamos um terço da nossa vida. Nela dormimos, é o local privilegiado dos amantes, nela recuperamos das doenças, é o cenário onde os sonhos acontecem e é uma peça omnipresente desde o nosso nascimento até a morte, sendo muitas vezes o local do primeiro suspiro e do último rito de passagem.
Algumas personagens históricas transformaram a cama no seu local de trabalho: Churchill trabalhava na cama durante a Segunda Guerra Mundial; Matisse, idoso e acamado, desenhava nas paredes do quarto com o auxílio de pedaços de carvão presos a uma cana; Rossini compôs na cama várias óperas e Colette escreveu aí boa parte dos seus romances; John Milton concebeu o Paraíso Perdido na cama, enquanto os seus filhos escreviam os versos; e, o mais famoso dos artistas atingidos pela doença, também escreveu os sete volumes de Em Busca do Tempo Perdido no leito.

No Antigo Egipto uniformizaram-se o tipo e a forma do mobiliário que ainda hoje utilizamos, como é o caso da cama e de outras peças básicas. Os móveis das casas não eram em grande número, mas tinham boa construção e proporcionavam um bom nível de conforto. No entanto, o mobiliário deste período não foi considerado símbolo de riqueza.

Nas casas mais modestas não existiam móveis ou eram em reduzido número. Bancos de baixa altura, feitos de terra e lama, cobertos de esteiras de junco e rolos de linho, serviam tanto de camas

Relacionados

  • História da Educacao Física
    1328 palavras | 6 páginas
  • historia da empresa dudalina
    1362 palavras | 6 páginas
  • historia da enfermagem
    8691 palavras | 35 páginas
  • Historia da africa
    1288 palavras | 6 páginas
  • A história da fotografia
    1057 palavras | 5 páginas
  • Relatorio historia da enfermagem
    4801 palavras | 20 páginas
  • História da ginastica artistica
    6791 palavras | 28 páginas
  • Apostila historia da moda
    8437 palavras | 34 páginas
  • História da educação
    6573 palavras | 27 páginas