História e identidade presentes na oralidade dos moradores da comunidade remanescente quilombola de pitimandeua

3238 palavras 13 páginas
UFPA

CURSO DE MESTRADO EM LINGUAGENS E SABERES NA AMAZÔNIA

NEIRE AMARAL DE LIMA

História e Identidade presentes na oralidade dos moradores da comunidade remanescente quilombola de Pitimandeua

ORIENTADORES:Prof. Dr. José guilherme dos Santos Fernandes

Prof. Dr. Pedro Petit Penarrocha

BRAGANÇA-PA

2011

1 JUSTIFICATIVA

Localizada no Município de Inhangapi, no nordeste do Pará, a cerca de 90 km da Capital Belém, a comunidade[1] de Pitimandeua, tem como característica possuir uma maioria de população negra. É colônia agrícola que teve suas terras demarcadas, por volta de 1900, e teve que se defender, em parte, das cobiças dos latifundiários locais. “Hoje a população ativa prefere trabalhar na indústria e no comércio de Castanhal”.[2] Com aproximadamente 100 residências construídas em forma de círculo a povoação compõe: uma igreja, um posto médico, uma escola de primeira a quarta série, uma praça (ao centro), uma sede dançante, um campo de futebol e vários igarapés. Segundo relatos de antigos moradores, Pitimandeua[3] se chamava num passado não identificado de “Menino Jesus”. As terras supostamente pertenciam à proprietária Ana Maria da Silva que procedera a doação aos trabalhadores da antiga fazenda do século XIX, provavelmente lócus de trabalho escravista. Com base nas fontes orais é possível deduzir

Relacionados

  • Comunidade Quilombola Serra da Guia
    1283 palavras | 6 páginas
  • Quilombolas Ontem e Hoje
    1054 palavras | 5 páginas
  • Antropologia e diferença quilombolas e indígenas na luta pelo reconhecimento do seu lugar no brasil dos (des)iguais
    463 palavras | 2 páginas
  • A comunidade remanescente de Quilombo de São Braz em Santo Amaro da Purificação-BA: Memórias e processos identitáarios.
    5724 palavras | 23 páginas
  • O ensino de história de pitimandeua – pa
    3191 palavras | 13 páginas
  • Projeto de pesquisa em uma comunidade quilombola
    886 palavras | 4 páginas
  • Pedagogia da alternancia: do historicismo a sua aplicação nas comunidades quilombolas de moju
    8980 palavras | 36 páginas
  • EDUCAÇÃO QUILOMBOLA
    10897 palavras | 44 páginas
  • A oralidade e a escrita na eja
    6885 palavras | 28 páginas