Homem e sociedade

8209 palavras 33 páginas
SÉRIE ANTROPOLOGIA

130 A FAVOR DA ETNOGRAFIA Mariza G.S. Peirano

Brasília 1992

A favor da etnografia Mariza G.S. Peirano

An anthropologist's work tends, no matter what its ostensible subject, to be but an expression of his research experience, or more accurately, of what his research experience has done to him. Geertz, l968:vi

Muitas vezes, a ciência social toma o caráter de duplicação ou repetição ao longo do tempo. Isto foi o que notou Michael Fischer, ao procurar explicitar para um público brasileiro a gênese da antropologia interpretativa nos Estados Unidos (Fischer, l985). Há, com freqüência, um retorno a uma era anterior em busca de textos inspiradores mas, como a história não é circular, mas espiralada, "a duplicação ou repetição nunca é exatamente isso, pois há sempre uma nova faceta ou uma nova solução" (:60). Assim, ilustrava Fischer, a trajetória intelectual de Clifford Geertz parece quase como uma cristalização típica ideal de certos processos dos quais os anos 60 surgem como se fossem uma reprise dos anos 20 -- este foi o período de amadurecimento da chamada "geração de l905" (entre os quais estavam Robert Musil, Ludwig Wittgenstein, Walter Benjamin e os surrealistas), uma geração de ensaistas que, em oposição aos grandiosos sistemas de explicação do século XIX, propunham que era possível apenas atingir insights fragmentários da realidade. Nesta perspectiva, os escritos de Geertz sobre o fazer etnográfico, tão em evidência até recentemente, ecoam

Relacionados

  • Homem e sociedade
    3095 palavras | 13 páginas
  • Homem, cultura e sociedade
    8100 palavras | 33 páginas
  • Homem e sociedade
    2205 palavras | 9 páginas
  • Homem e sociedade
    1563 palavras | 7 páginas
  • Homem e sociedade - resumo
    989 palavras | 4 páginas
  • Homem cultura e sociedade
    2487 palavras | 10 páginas
  • Homem e sociedade
    1423 palavras | 6 páginas
  • Homem e sociedade
    1955 palavras | 8 páginas
  • Homem e sociedade
    1291 palavras | 6 páginas
  • Mídia, homem e sociedade
    2820 palavras | 12 páginas