INTEGRAÇÃO DE FREUD LACAN E JUNG

5799 palavras 24 páginas
INTEGRAÇÃO DE FREUD LACAN E JUNG
1- INTRODUÇÃO
Há uma necessidade de abordar tecnicamente as três grandes correntes da psicanálise. O mundo psicanalítico continua na sua divisão esquizofrênica de entender que o ser humano pode ser interpretado unilateralmente. O psicanalistas freudianos se auto -denominam os verdadeiros psicanalistas e entendem que Freud pode (e deve?) explicar tudo. Os analistas junguianos não ficam por menos e entendem que tudo ser ter a visão junguiana. Chegam o psicanalistas lacanianos e afirmam que a visão lacaniana é a melhor e mais moderna e pode interpretar tudo.
Parece que esquecem que o próprio Freud, por volta de 1935, já dizia que no futuro surgiriam novos métodos e que a psicanálise tinha um longo caminho a percorrer.
Fromm chegou a criticar que a psicanálise foi engessada. Não permitiram continuar crescendo. Houve uma invasão de proprietários que se apossaram da psicanálise e como ditadores tomaram o poder e tudo ficou estagnado. O mesmo fenômeno aconteceu com a Analise Junguiana, a psicanálise lacaniana e todos os esforços psicanalíticos. Muitos se levantaram para denunciar esse fato, mas foram silenciados pelo sistema. No ano 2.000 na França aconteceu o que seria o grande evento para a revolução na psicanálise. Estados Gerais da Psicanálise foi chamado o evento. Foi uma proposta revolucionaria no mesmo espírito que na revolução francesa foi lançado no século 18 para encontrar soluções diante de uma França mergulhada no

Relacionados

  • “O self na visão de freud, winnicott e lacan”
    1451 palavras | 6 páginas
  • Neo-freudismo
    7277 palavras | 30 páginas
  • Relatório do documentário “a invenção da psicanálise” de 1997
    2106 palavras | 9 páginas
  • O insght na psicanalise
    6809 palavras | 28 páginas
  • Melanie Klain
    5884 palavras | 24 páginas
  • Apostila luto e perda
    17629 palavras | 71 páginas
  • Wallon
    8423 palavras | 34 páginas
  • Judo e Jiu Jitsu e o Desenvolvimento Integral de Crianças
    20141 palavras | 81 páginas