Individualidade, segundo bauman

624 palavras 3 páginas
Resumo Capítulo 2 – Individualidade do livro Modernidade Líquida

Zigmunt Bauman, destaca em sua análise do cotidiano, especificamente sobre os vínculos sociais possíveis no mundo atual, caracterizado, segundo o autor, pela velocidade e pela angústia que pairam no ar, considerando que nossas ações efetuadas mudam antes mesmo de se consolidarem as práticas do dia-a-dia.

Capitalismo pesado e capitalismo leve

Capitalismo pesado seria um mundo ordeiro e rigidamente controlado, obcecado por volume e tamanho, e por isso, também por fronteiras, fazendo-as firmes e impenetráveis, assim alienando o trabalhador não só ao trabalho, qual o faz enquanto ser humano, homem, quanto ser social, de ação para si e para o outro, portanto refletindo em sua vida.
Hoje em dia o capital viaja leve, apenas com bagagem de mão, outrora as fábricas do capital pesado, presas ao solo, hoje em dia há vários caminhos, rápidos, não fixados e que dialeticamente transformam ao homem e suas relações, como por exemplo, de existirem várias verdades, que antes, no capitalismo pesado, existia poucas e os fins para qualquer que fosse o caminho era certo, talvez e muitas vezes doloroso, mas certo. No capitalismo leve os meios são vários e os fins incertos, gerando assim, angústia perante a coleção infinita de possibilidades, pois nada é mais dito unicamente e sim muito flutuante e sedutor, não há o que seguir e sim quais irei seguir, através de quais meios e tantos fins.
Tudo isto traz infinitas

Relacionados

  • Fichamento Catalografico Modernidade Líquida
    4676 palavras | 19 páginas
  • Resenha do Livro Modernidade Líquida
    4850 palavras | 20 páginas
  • Resumo critico 1 Modernidade Liquida
    1118 palavras | 5 páginas
  • Vida para consumo
    3796 palavras | 16 páginas
  • Resenha A cultura no mundo líquido moderno
    2328 palavras | 10 páginas
  • Bauman, zygmunt - resenha - comunidade – a busca por segurança no mundo atual
    4951 palavras | 20 páginas
  • A invisibilidade dos moradores de rua
    4664 palavras | 19 páginas