Influência do revestimento na vida útil de brocas de metal duro na usinagem do aço aisi p20

4535 palavras 19 páginas
VI CONGRESSO NACIONAL DE ENGENHARIA MECÂNICA VI NATIONAL CONGRESS OF MECHANICAL ENGINEERING 18 a 21 de agosto de 2010 – Campina Grande – Paraíba - Brasil August 18 – 21, 2010 – Campina Grande – Paraíba – Brazil

INFLUÊNCIA DO REVESTIMENTO NA VIDA ÚTIL DE BROCAS DE METAL DURO NA USINAGEM DO AÇO AISI P20
Valter Vander de Oliveira, Msc valterv@ifsc.edu.br 1 Ernesto Berkenbrock, ernesto.b@sociesc.org.br2 Marcelo Luiz Arias, Msc marcelo.arias@sociesc.org.br 2 Prof. Adriano Fagali de Souza, Ph.D adriano.fagali@sociesc.org.br 2 Prof. Paulo André de Camargo Beltrão, Ph.D, beltrao@utfpr.edu.br3
1 2

Instituto Federal de Santa Catarina, Rua Pavão, 1337. Bairro Costa e Silva. CEP: 89220-200. Sociedade Educacional de Santa Catarina, Rua Albano
…exibir mais conteúdo…
Este conjunto de propriedades, porém, não são ideais para todas as aplicações, esta lacuna é preenchida com o uso de outros revestimentos. Dentre eles destaca-se principalmente no processo de furação o emprego do AlTiCN (Carbonitreto de Titânio Alumínio) e o AlTiCrN (Nitreto de Cromo Titânio Alumínio) que podem ser utilizados como mono ou multicamadas. São indicados para aplicações onde as solicitações térmicas são elevadas e o mecanismo de abrasão é predominante (Andrade, 2005). Kao (2009) relata em seu estudo sobre micro furação que o uso do revestimento em brocas aumentou em cinco vezes a vida da ferramenta, além de melhorar a qualidade dos furos.

VI Congresso Nacional de Engenharia Mecânica, 18 a 21 de Agosto 2010, Campina Grande - Paraíba

Neste artigo através da parceria de empresas como a TOP TOOLS, INDEK Aços e BRASIMET e as instituições de ensino SOCIESC e IF-SC comparou-se o desempenho dos revestimentos de TiN (Nitreto de Titânio), AlTiCN (Carbonitreto de Titânio Alumínio) e o AlTiCrN (Nitreto de Cromo Titânio Alumínio) no processo de furação do aço AISI P20 endurecido por tempera. Este aço possui características importantes como resistência mecânica, resistência ao desgaste e ótima polibilidade. Propriedades estas que justifica o seu emprego na produção de cavidades em moldes de injeção de polímeros em ferramentarias. Contudo o processo de usinagem, sobretudo a furação ocorre no material ainda sem tratamento devido a dificuldade do processo. 2. MATERIAIS

Relacionados