Inglaterra: origens, welfare state e politica social

3486 palavras 14 páginas
INGLATERRA: ORIGENS, WELFARE STATE E POLÍTICA SOCIAL.

Amanda Cardoso da Silva*
Danusa Arielly Cunha e Sousa*
Dinara Maria Soares de Sousa*
Érica Mourato Gomes*
Érica Suenne Leite Alcântara*
Roberta Silva Lira*

RESUMO

O presente trabalho é a busca de uma analise mais aprofundada de como se deu o processo de emergência e desenvolvimento do Welfare State na Inglaterra, além de situar geográfica e historicamente o país e caracterizar o sistema de proteção social de acordo com as teorias propostas por T. H. Marshall e Esping-Andersen. Para a realização satisfatória dessa analise fizeram-se necessárias, portanto a pesquisa de maiores informações por meio de leituras de livros, artigos disponíveis na internet e discussões feitas em sala de aula.

PALAVRAS-CHAVES: Welfare State, Inglaterra, Política Social.

INTRODUÇÃO

Tido como um fenômeno do século XX, o Welfare State pode ser definido segundo Marta Arretche como um conjunto articulado de programas de proteção social que asseguram o direito à aposentadoria, habitação, educação, saúde e etc. A política do Welfare State se desenvolveu primeiramente em um conjunto de países capitalistas desenvolvidos, dentre estes países está à Inglaterra. Muitos autores buscaram explicar a origem e o desenvolvimento do Welfare State, no caso inglês utilizaremos as idéias desenvolvidas por T. H. Marshall e Esping-Andersen, segundo eles as políticas sociais surgiram devido às demandas da pobreza

Relacionados

  • Fichamento de citação com comentário do livro: política social – fundamentos e história, capítulo 3- keynesianismo-fordismo e a generalização da política social.
    3939 palavras | 16 páginas
  • Keynesianismo-fordismo
    2208 palavras | 9 páginas
  • Os avanços e os dilemas do modelo pós-burocrático: a reforma da administração pública à luz da experiência internacional recente. Fernando Luiz Abrucio
    1437 palavras | 6 páginas
  • Neoliberalismo
    2045 palavras | 9 páginas
  • Modos de produção
    8931 palavras | 36 páginas
  • Fichamento do livro economia politica
    15270 palavras | 62 páginas
  • As relações humanas: o mundo social organizado
    15123 palavras | 61 páginas
  • fordismo, sua crise e o caso brasileiro
    12430 palavras | 50 páginas
  • Introdução ao direito trabalhista e previdenciário
    14314 palavras | 58 páginas