Intertextualidade

15363 palavras 62 páginas
Intertextualidade
Maria Christina de Motta Maia
Faculdade de Letras/UFRJ Na literatura relativa à Lingüística Textual, é freqüente apontar-se como um dos fatores de textualidade a referência - explícita ou implícita - a outros textos, tomados estes num sentido bem amplo (orais, escritos, visuais - artes plásticas, cinema - , música, propaganda etc.) A esse “diálogo”entre textos dá-se o nome de intertextualidade.
Evidentemente, a intertextualidade está ligada ao “conhecimento de mundo”, que deve ser compartilhado, ou seja, comum ao produtor e ao receptor de textos.
A intertextualidade pressupõe um universo cultural muito amplo e complexo, pois implica a identificação / o reconhecimento de remissões a obras ou a textos / trechos mais, ou menos conhecidos, além de exigir do interlocutor a capacidade de interpretar a função daquela citação ou alusão em questão.
Entre os variadíssimos tipos de referências, há provérbios, ditos populares, frases bíblicas ou obras / trechos de obras constantemente citados - literalmente ou modificados -, cujo reconhecimento é facilmente *perceptível pelos interlocutores em geral. Por exemplo, uma revista brasileira adotou o slogan : “Dize-me o que lês e dir-te-ei quem és”. Voltada fundamentalmente para um público de uma determinada classe sociocultural, o produtor do mencionado anúncio espera que os leitores reconheçam a frase da Bíblia (“Dize-me com quem andas e dir-te-ei quem és”). Ao adaptar a sentença, a intenção da propaganda é,

Relacionados

  • Trabalho de linguistica - competência metagenérica
    1094 palavras | 5 páginas
  • Intertextualidade no Navio Negreiro
    965 palavras | 4 páginas
  • Gil Vicente e a intertextualidade
    3287 palavras | 14 páginas
  • A Intertextualidade nos contos
    2275 palavras | 10 páginas
  • 1 INTERTEXTUALIDADE
    900 palavras | 4 páginas
  • Intertextualidade entre Textos
    1841 palavras | 8 páginas
  • ED - Comunicação e Expressão
    1750 palavras | 8 páginas
  • Reflexões e intertextualidade entre o filme “A pele que habito” de Pedro Almodóvar e as obras da artista francesa Louise Bourgeois.
    1360 palavras | 6 páginas
  • UMA ANÁLISE DOS ASPECTOS DE INTERTEXTUALIDADE NA ADAPTAÇÃO CINEMATOGRÁFICA DE “MALÉVOLA”
    2163 palavras | 9 páginas