Introdução crítica ao direito penal brasileiro - resumo

3015 palavras 13 páginas
INTRODUÇÃO CRÍTICA AO DIREITO PENAL BRASILEIRO – NILO BATISTA
CAPÍTULO I
DIREITO PENAL E SOCIEDADE
Nilo Batista começa enfatizando a importância de compreender a aparição histórica do Direito; para isso, cita o autor Tobias Barreto, que afirma que o Direito não foi revelado nem descoberto pelo homem, mas sim PRODUZIDO por cada grupamento humano, sendo, portanto, regido pelas condições concretas de cada grupamento. Logo, quem quiser compreender o Direito Romano, por exemplo, deve buscar compreender como os romanos viviam. Com esse enfoque, Nilo Batista diz que o Direito Penal surgiu para cumprir funções dentro de e para uma sociedade, tendo assim uma função FINALÍSTICA; ou seja: o Direito Penal existe para cumprir finalidades, para que algo se concretize. Logo, torna-se importante analisar essas finalidades.
O Direito Penal assume uma missão política de: “garantia das condições de vida da sociedade”, “finalidade de combater o crime”, “preservação dos interesses do corpo social”. O autor enfoca que o Direito Penal tem, portanto, uma função de CONTROLE SOCIAL, e que há uma marcante congruência entre os fins do Estado e os fins do Direito Penal. Ele cita o exemplo do nazismo, em que o Direito Penal servia para fins de controle do estado nazista.
DIREITO PENAL E SISTEMA PENAL Há que se diferenciar Direito Penal e Sistema Penal. Direito Penal é o conjunto de normas jurídicas que preveem os crimes e lhes cominam sanções. Sistema Penal é o grupo de instituições que,

Relacionados

  • HISTORIA DO DIREITO PENAL E AS ESCOLAS PENAIS
    2575 palavras | 11 páginas
  • FILME QUESTÃO DE HONRA-RESENHA CRITICA
    839 palavras | 4 páginas
  • Evolução dogmática do direito penal
    1814 palavras | 8 páginas
  • A PRIVATIZAÇÃO NAS PENITENCIÁRIAS BRASILEIRAS
    11995 palavras | 49 páginas
  • livros lfg
    5175 palavras | 21 páginas
  • A estrutura da culpabilidade
    2291 palavras | 10 páginas
  • Pressupostos Execução Penal
    4376 palavras | 18 páginas
  • casas de prostituição
    2907 palavras | 12 páginas
  • História do direito penal, doutrinas e escolas penais
    3698 palavras | 15 páginas
  • Laranja Mecânica e a Pena Retributiva
    2193 palavras | 9 páginas