Ion platão

1917 palavras 8 páginas
Disciplina: Metodologia dos Estudos Literários_ Português I

Íon, Platão

Índice

Notas Introdutórias 3
Análise da obra “Íon”, de Platão 4 e 5
Diferenças entre as duas obras 6
Conclusão 7

Notas Introdutórias

A recensão crítica que vou apresentar, tem como objectivo analisar específicamente “Íon” e fazer a comparação entre as diferenças deste diálogo e da “República”.

Antes de iniciar é necessário fazer uma pequena apresentação da obra e do autor.

Platão foi um grande filósofo e também matemático da Grécia Antiga (nasceu por volta de 428 a.C. e morreu em 346 a.C., em Atenas). Foi o criador da primeira
…exibir mais conteúdo…

O filósofo vai chegar à conclusão que Íon é inspirado por uma força divina que o movimenta e entusiasma quando este declama Homero. Aliás, Sócrates acrescenta que todos os poetas são inspirados por esse poder divino e até mesmo possuídos por ele, tudo de uma forma inconsciente. A esse poder externo Sócrates vai denominar de “Musas”. Se por acaso Íon declamasse bem Homero através da técnica, também através da mesma, saberia falar de outros autores. Então, graças a Sócrates, ou antes a Platão na figura de Sócrates, chega-se á conclusão que não existe um saber específico sobre o que os poetas dizem e que estes não possuem uma técnica ou tékhne. Ou seja, apesar de os poetas declamarem coisas belas, a verdade é que não possuem um saber específico sobre o que estão a dizer.

Este diálogo contribui para a ideia de que a poesia é a produção de uma força transcendente, as musas, não sendo o rapsodo o produtor das suas poesias mas, aquele que simplesmente as canta de uma forma não consciente, visto que está possuído.

Podemos, então, fazer o seguinte esquema para simplificar o que foi explicado:

Musas Poeta Leitor

(emissor) (retransmissor) (receptor)

Ou seja, as musas vão ser aquelas que vão-se apoderar do rapsodo, tornando-o naquele que vai transmitir ao público aquilo que estas pretendem. Portanto, o poeta vai fazer a ligação entre o público e o divino, isto é, entre o emissor e o receptor. O auditório vai captar

Relacionados

  • Vida de platão
    1612 palavras | 7 páginas
  • Vida e obra de platão
    1615 palavras | 7 páginas
  • Socrates
    4207 palavras | 17 páginas
  • conteudos do pas uem
    1787 palavras | 8 páginas
  • Estrutura atomica
    4124 palavras | 17 páginas
  • A Grécia Antiga - Resumo
    2812 palavras | 12 páginas
  • Cantiga de esponsais
    4788 palavras | 20 páginas
  • Grego tradução
    11022 palavras | 45 páginas
  • saresp
    17949 palavras | 72 páginas