JESUÍTAS NO ESPÍRITO SANTO

1237 palavras 5 páginas
INTRODUÇÃO

CHEGADA DOS PRIMEIROS PORTUGUESES NA CAPITANIA DO ESPÍRITO SANTO

A história do Espírito Santo a partir da colonização teve inicio trinta e cinco (35) anos após a chegada (invasão) dos portugueses ao Brasil.

Anos após a “descoberta” do Brasil por Pedro Álvares Cabral, o rei de Portugal entendeu que seria difícil ele só governar as novas terras de tão longe. Assim, ele dividiu o Brasil em 15 partes que foram chamadas de Capitanias Hereditárias. Recebeu esse nome Capitanias, pois era governada por capitães e Hereditárias, pois a administração dessas terras era passada de pai para filho como herança.

O nome da Capitania do Espírito Santo se deu devido ao dia da chegada dos portugueses em solo capixaba (nome que os nativos chamavam os portugueses), 23 de maio de 1535. Nesse dia, a Igreja Católica celebra o dia de pentecoste, a festa do Divino Espírito Santo.

Vasco Fernandes Coutinho e companheiros de “colonização”, algo em torno de 60 homens, chegaram na caravela de nome Glória, e logo de inicio, antes de desembarcarem, já tiveram dificuldades e conflitos com os nativos das tribos aimorés, goitacás e tupiniquins.

Armados de arco e flechas, os nativos da costa capixaba, receberam os invasores europeus com hostilidade. Os “colonizadores” foram atacados com flechas, mas logo afugentaram os nativos, pois os portugueses reagiram com tiros contra os nativos. Armas de fogo eram novidade para eles, era vista com espanto, medo e como muito poderosa.

Relacionados

  • Formação do Espirito Santo
    14731 palavras | 59 páginas
  • Jesuítas e a educação no período colonial
    3000 palavras | 12 páginas
  • Habitos dos jesuitas durante o periodo de colonização brasileira
    3805 palavras | 16 páginas
  • Conflito entre padres jesuitas e colonos paulistas
    3928 palavras | 16 páginas
  • A Arquitetura Jesuítica no Brasil
    1371 palavras | 6 páginas
  • RESENHA - UM JESUÍTA A SERVIÇO DO BRASIL HOLANDÊS
    1523 palavras | 7 páginas
  • O quinhentismo
    949 palavras | 4 páginas
  • História do Cristianismo no Brasil
    1734 palavras | 7 páginas
  • A construção da ordem: A elite política imperial. Teatro de sombras: A política imperial.
    2195 palavras | 9 páginas