John e hobbes, jusnaturalismo

867 palavras 4 páginas
Thomas Hobbes assim como John Locke são adeptos ao jusnaturalismo, porém ambos possuem visãos distintas. Apesar de ambos partirem do estado natural, mediante o contrato social, que realiza a passagem para o estado civil, a concepção de estado social que Hobbes acredita, caracteriza-se pela desconfiança e pela violência no meio social dos homens, para ele a procura da paz leva ao estabelecimento do pacto que funda o estado de direito, já para Locke o estado de natureza provém da concórdia e harmonia entre os seres humanos, ele também possui uma visão de propriedade que é sinônimo de liberdade e bens.
Em questão quanto a garantia do cumprimento do que se estabelece no contrato social, ambos pensadores também possuem teorias divergentes,
…exibir mais conteúdo…

Essa divergencia em relação a propriedade é grande, tendo em vista que para Thomas, a possibilidade de usufruto referido direito depende do beneplácito do soberano, do Leviatã, enquanto que, para Locke, tal direito é natural e sagrado, sendo o indivíduo portador de tal prerrogativa desde seu nascimento
Existem discordancias entre ampos os pensadores, sobre o direito de resistencia e dissolução do

Relacionados

  • ÉTICA E FILOSOFIA DO DIREITO JUSNATURALISMO
    5618 palavras | 23 páginas
  • Resenha do livro “locke e o direito natural” de noberto bobbio
    1333 palavras | 6 páginas
  • O jusnaturalismo
    817 palavras | 4 páginas
  • Trabalho de filosofia
    1204 palavras | 5 páginas
  • Metodologia Da Pesquisa Cientifica
    3240 palavras | 13 páginas
  • Jusnaturalismo - Direito Natural
    844 palavras | 4 páginas
  • Genese do Direito
    2251 palavras | 10 páginas
  • Estado, governo e mercado
    3306 palavras | 14 páginas