Karl marx - burgueses e proletários

1907 palavras 8 páginas
Karl Marx - Burgueses e proletários

MARX, Karl. Manifesto Comunista do Partido Comunista.
O texto é a resenha do primeiro capítulo do panfleto cujo Marx, expressa suas ideias, ao proletariado e difundi suas ideias à esquerda internacional. Propõe uma revolução à qual seja feita uma reforma de caráter socioeconômico. O texto também apresenta também as origens desse problema que se criou ao dividir a sociedade em classes opressoras e oprimidas.
Para discorrer sobre o texto, a resenha será dividia em parágrafos contento partes do texto do autor, a qual embase o parágrafo seguinte. O primeiro capítulo do Manifesto Comunista do Partido Comunista contém várias páginas, entretanto será sintetizado em poucos parágrafos resumindo suas ideia
…exibir mais conteúdo…
“[...] As crises comerciais que, repetindo-se periodicamente, ameaçam cada vez mais a existência da sociedade burguesa. Cada crise destrói regularmente não só uma grande massa de produtos fabricados, mas também uma grande parte das próprias forças produtivas já criadas.”
O fardo que o sistema de produção capitalista carrega, vem acompanhado com a forma cíclica de crises, e ápices econômicos, fases boas e fases ruins, que resultam na perda de entre outras coisas das mercadorias, e uma grande parte das forças produtivas, em outras palavras se resume que o capitalismo trabalha em sua parte para desperdiçar o trabalho que tanto é cobrado do proletariado, culmina assim um evento avesso à classe trabalhadora que em parte trabalha pra sua própria sobrevivência, não sendo o motivo das crises, mas sendo primeiramente punido pelo sistema.
“A burguesia, porém, não se limitou a forjar as armas que lhe trarão a morte; produziu também os homens que empunharão essas armas – os operários modernos, os proletários. [...] A burguesia produz, sobretudo, seus próprios coveiros. Seu declínio e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis.”
Para Karl Marx, o sistema capitalista terá um fim. E que apesar de tantas crises, e de tantas vezes ter sobrevivido a elas, será inevitável que o poder que o proletariado tem em mãos, o justo e absoluto poder da maioria subjugada, acabe em destruí-la, com as armas que os próprios burgueses forjaram, a opressão é o combustível, o agente

Relacionados

  • Manifesto comunista
    2125 palavras | 9 páginas
  • Manifesto do Partido Comunista
    1716 palavras | 7 páginas
  • Fichamento do manifesto comunista
    1491 palavras | 6 páginas
  • Max Weber- Ação Social (quatro tipos de ação)- Karl Marx-Luta de Classes-Burguesia e Proletariado-Ideologia-etc
    1452 palavras | 6 páginas
  • sociologia alemã: A contribuição de Max Weber
    1716 palavras | 7 páginas
  • Karl marx e o comunismo
    1913 palavras | 8 páginas
  • Manifesto do Partido Comunista
    2047 palavras | 9 páginas