Keynesianismo

2152 palavras 9 páginas
Keynesianismo A Teoria de Keynes é uma teoria econômica criada por John Maynard Keynes (1883 – 1946), um economista britânico. Nela, Keynes explica de forma simples a causa da Grande Depressão. Quando a Grande Depressão chegou, a reação natural das pessoas era acumular seu dinheiro. Sob a teoria de Keynes, esta atitude interrompeu a circulação do dinheiro entre os indivíduos, colocando toda a economia em um estado de paralisação. A recessão e o desemprego foram as principais consequências da crise de 1929. O modelo econômico adotado na época, o laissez-faire, parecia não estar resolvendo o problema, mas sim, agravando-o. Segundo o pensamento keynesiano, a premissa fundamental para se compreender uma economia encontrava-se na simples observação dos níveis de consumo e investimento do governo, das empresas e dos próprios consumidores. Partindo desse princípio, a doutrina keynesiana aponta que no momento em que as empresas tendem a investir menos, inicia-se todo um processo de retração econômica que abre portas para o estabelecimento de uma crise. Keynes interpretava a crise como resultado da recusa dos capitalistas em investir. A palavra chave era pois o investimento, O significado do termo investimento para Keynes é bem mais amplo do que comumente é empregado. Não se trata apenas de aplicar um dinheiro. Entendia-o como compra de equipamentos (bens de capital), aceleração da capacidade produtiva e ampliação dos bens de

Relacionados

  • Keynesianismo-fordismo
    2208 palavras | 9 páginas
  • Fordismo, Toyotismo e Keynesianismo
    1156 palavras | 5 páginas
  • KEYNESIANISMO-FORDISMO E A GENERALIZAÇÃO DA POLÍTICA SOCIAL
    2228 palavras | 9 páginas
  • As características dos seguintes modos de produção: fordismo, taylorismo, keynesianismo:
    1241 palavras | 5 páginas
  • Keynesianismo-fordismo e a generalização da política social
    4302 palavras | 18 páginas
  • Fichamento de citação com comentário do livro: política social – fundamentos e história, capítulo 3- keynesianismo-fordismo e a generalização da política social.
    3939 palavras | 16 páginas
  • Resumo do capítulo 3 e 4 do livro politíca social de faleiros
    1209 palavras | 5 páginas
  • Conceitos de fordismo
    2451 palavras | 10 páginas
  • Compreendendo conteudos
    894 palavras | 4 páginas