LINGUAGEM E IDENTIDADE SOCIAL - Uma Abordagem Sociolinguística

936 palavras 4 páginas
A língua é um instrumento de comunicação. Além disso, é um instrumento cultural, político e moral. No Brasil, onde há uma forte miscigenação, encontram-se muitas diferenças no modo de falar de cada indivíduo. Porém, tal diversidade nunca foi tratada como algo belo, característico de um povo repleto de cultura. Desde a colonização pelos portugueses, a língua daqueles que aqui já residiam foi qualificada como inferior e “errada”.
Mas quem pode dizer que um saber popular é incorreto? No artigo Linguagem e Identidade Social – Uma Abordagem Sociolinguística, de Tércia Ataíde França Teles, a autora explica que “Não há hierarquia entre os usos variados da língua, assim como não há uso linguisticamente melhor que outro. Em uma mesma comunidade linguística, portanto, coexistem usos diferentes, não existindo um padrão de linguagem que possa ser considerado superior”. No entanto, é certo que, desde o início da humanidade, o ser dominante impõe que seus saberes e sua cultura são superiores ao ser dominado. Então, estes devem aprender a língua “correta”, esquecer sua história e ser moldados para viver em sociedade.
As heranças deste preconceito continuam enraizadas no modo de o brasileiro se relacionar. Ainda não se tem plena tolerância aos dialetos ou sotaques das regiões menos favorecidas, principalmente no âmbito econômico, do país. Infelizmente, existe uma percepção de que a linguagem culta, aquela rigorosamente ensinada por nossos colonizadores, deve ser a única falada do norte

Relacionados

  • A produção social da identidade e da diferença
    1410 palavras | 6 páginas
  • Serviço social: identidade e alienação
    6724 palavras | 27 páginas
  • Fichamento do texto “Uma Abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia”,
    6459 palavras | 26 páginas
  • Resenha Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia.
    1109 palavras | 5 páginas
  • ESTIGMA E IDENTIDADE SOCIAL
    1456 palavras | 6 páginas
  • Fichamento da obra linguagem e escola: uma perspectiva social, de magda soares.
    1607 palavras | 7 páginas
  • Identidade e Exclusão Social
    1126 palavras | 5 páginas