Lei processual no tempo e no espaço

1924 palavras 8 páginas
DA LEI PROCESSUAL NO TEMPO

Entrando em vigor, as normas processuais têm sua incidência regulada pelo art. 2º do CPP, segundo o qual “a lei processual aplicar-se-á desde logo, sem prejuízo dos atos realizados sob a vigência da lei anterior”. Isso significa que o legislador pátrio adotou o princípio da aplicação imediata das normas processuais: o ato processual será regulado pela lei que estiver em vigor no dia em que ele for praticado (tempus regit actum). Quanto aos atos anteriores, não haverá retroação, pois eles permanecem válidos, já que praticados segundo a lei da época. A lei processual só alcança os atos praticados a partir de sua vigência (dali para frente).

No mesmo sentido, Vicente Greco Filho:
…exibir mais conteúdo…

Processual é a norma que repercute apenas no processo, sem respingar na pretensão punitiva. É o caso das regras que disciplinam a prisão provisória, proibindo a concessão de fiança ou de liberdade provisória para determinados crimes, ampliando o prazo da prisão temporária ou obrigando o condenado a se recolher à prisão para poder apelar da sentença condenatória. Embora haja restrição de jus libertatis, o encarceramento se impõe por uma necessidade ou conveniência do processo, e não devido a um aumento na satisfação do direito de punir do Estado. Se o sujeito vai responder preso ou solto ao processo, isso não diz respeito à pretensão punitiva, até porque tal tempo será detraído da futura execução (CP, art. 42). Desse modo, se um agente comete um crime antes da entrada em vigor de uma lei, que proíbe a liberdade provisória, caso venha a ser preso, não poderá ser solto, uma vez que a norma, por ser processual, tem incidência imediata, alcançando os fatos praticados anteriormente, mesmo que prejudique o agente. Não se pode acoimar tais normas de híbridas, para o fim de submetê-las ao princípio penal da irretroatividade (CF, art. 5º, XL), pois, como não afetam o direito de punir do Estado, não tem natureza penal.

Encerra-se a vigência da lei com sua revogação expressa ou tácita. Uma lei só se revoga por outra que determine expressamente a cessação de sua eficácia (revogação), ou,

Relacionados

  • Tgp norma processual
    1445 palavras | 6 páginas
  • Norma processual
    1430 palavras | 6 páginas
  • Resumo teoria geral do processo
    911 palavras | 4 páginas
  • APLICAÇÃO DA LEI PENAL BRASILEIRA EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS.
    2578 palavras | 11 páginas
  • Questões de Teoria Geral do Processo
    687 palavras | 3 páginas
  • A defesa processual na contestação. art.301-CPC
    1954 palavras | 8 páginas
  • Pesquisas Acadêmicas
    4248 palavras | 17 páginas
  • Exercícios teoria geral do processo
    2940 palavras | 12 páginas
  • Atos processuais
    3853 palavras | 16 páginas