Liberalismo e determinismo

1579 palavras 7 páginas
LIBERALISMO E DETERMINISMO

Introdução: O determinismo (ateísmo e naturalismo) acredita que o Homem é produto de um acaso da Natureza e que a consciência humana não é senão um epifenómeno da matéria cerebral, e tanto a natureza como o Homem serão finalmente compreendidos daqui a alguns mil milhões de anos-luz quando certamente o Homem ainda continuar a existir, depois de ter construído o paraíso na Terra através da divinização do Homem (Marx, Dawkins, Sagan, etc.) O libertarismo coloca em causa o determinismo através do conceito de livre-arbítrio moderno e antropocêntrico que teve origem no gnosticismo, seja este de origem cristã (Carlyle, etc.) ou pré-cristã (Nietzsche), embora adoptando a imanência de algum tipo de divindade
…exibir mais conteúdo…
Ao invés disso, os Libertários defendem o fim de todas as liberações de verbas, empréstimos governamentais, sobretaxas e outros favores destinados a beneficiar um grupo de indivíduos às custas dos demais. O Libertarismo defende que o governo deve oferecer igualdade aos homens -- não na forma de igualdade de salário, habitação ou felicidade, mas na forma de igualdade de oportunidade de obter essas coisas em trocas voluntários com outros homens. Apesar do Libertarismo ser idealista, ele não é utópico. Ele não busca reconstruir os homens de acordo com uma visão Libertária do bem. Pelo contrário, ele sustenta que cada indivíduo deve ser livre para construir seu próprio destino e o governo não deve interferir com os acordos voluntários que homens livres fazem uns com os outros. Esse é o ideal Libertário que nós acreditamos benéfico a todos os homens vivendo numa Sociedade assim. Por muitos anos as pessoas têm dito que o Socialismo é um "ideal bonito" que apenas por acaso não é "prático". Na verdade, nos últimos 100 anos, o ideal do Socialismo se disseminou na maior parte do mundo e todos vimos os resultados. Os Libertários acreditam que o fracasso ocorreu não porque os ideais sempre entram em conflito com a realidade, mas porque o ideal do Socialismo (imposto pelo Estado) é feito, inadequado para homens livres. Está demonstrado que os países que mais protegem

as liberdades do indivíduo são os mais prósperos. O Socialismo não é nem prático, nem moral. É

Relacionados

  • Libertarismo, determinismo e dialética
    850 palavras | 4 páginas
  • FICHAMENTO: As Teorias da Justiça Depois de Rawls
    1279 palavras | 6 páginas
  • correntes geograficas
    2389 palavras | 10 páginas
  • Teoria geral do estado - locke, rousseau, montesquieu
    3917 palavras | 16 páginas
  • Liberdade e responsabilidade
    2048 palavras | 9 páginas
  • Prova de filosofia geral 34
    1783 palavras | 8 páginas
  • Questões criminologia
    1145 palavras | 5 páginas
  • teste
    1092 palavras | 5 páginas
  • Resumo tga idalberto chiavenato
    3020 palavras | 13 páginas