Livro IV - Ética a Nicômaco

1364 palavras 6 páginas
ÉTICA A NICÔMACO - LIVRO IV

01
A primeira disposição de caráter a ser abordada é a liberalidade, sendo esta o meio-termo entre dar e receber riquezas. O excesso denomina-se prodigalidade e a deficiência ou falta, avareza. São considerados mais liberais aqueles que herdam sua fortuna, pois estes não possuem experiência com as necessidades, e assim têm mais amor ao que eles próprios produzem. O homem liberal é aquele que dá/doa sua riqueza com prazer e sem barganhas, em momentos propícios para quem realmente necessita.
Outra vertente é o pródigo, o qual esbanja a riqueza com seus prazeres. Possui algumas características do homem liberal, pois também dá sem desejar nada em trocar, porém de forma desapropriada. Mesmo assim, é considerado melhor do que a avareza, uma vez que beneficiam outras pessoas. Em resumo, gastam deliberadamente sem pensar, satisfazendo suas vontades. O avarento, por sua vez, visa o lucro em benefício próprio constantemente, e possui grande dificuldade em dar/doar. Seu objetivo principal é o acumulo de riquezas, mesmo que para isso tenha que abrir mão de suas necessidades.

02
A magnificência é um gasto apropriado de grandes quantias, logo, ela deve se relacionar ao agente e às circunstâncias. Homem magnificente gasta com que é apropriado, e seus gastos são grandes. Portanto seus resultados devem corresponder as ações, devendo estar à altura ou excedê-la.
O homem magnificente gasta visando a honra. Também é liberal, porém, nem todo liberal é

Relacionados

  • Resenha do livro: ética para meu filho
    3457 palavras | 14 páginas
  • Resumo do livro: Aristóteles: Ética a Nicomaco, Poética e Metafísica I e II
    2165 palavras | 9 páginas
  • Resenha dos Livros 1 e 2 de Ética a Nicomaco
    2051 palavras | 9 páginas
  • Resumo Livro "Ética uma primeira conversa"
    2847 palavras | 12 páginas
  • Livro etica - adolfo s vazquez - 2004 - resumo completo
    13027 palavras | 53 páginas
  • Ética a nicomaco
    1094 palavras | 5 páginas
  • Resumo do Livro IV do Contrato Social (Jean- Jacques Rousseau)
    717 palavras | 3 páginas
  • Resenha do cap 11 do livro psicodiagnóstico IV
    1148 palavras | 5 páginas