Luminotécnica: a arte de iluminar

1865 palavras 8 páginas
LUMINOTÉCNICA: A ARTE DE ILUMINAR COSTA, V.M.1 Resumo:
A iluminação, de um modo geral, nem sempre foi de fundamental importância em projetos de arquitetura. Na verdade, isso é uma realidade nova. Porém, para que bons projetos sejam feitos, todo um estudo precisa ser realizado, desde o conhecimento dos diversos tipos de lâmpadas até o melhor ponto para colocação das mesmas. Além disso, não basta ter o conhecimento e não enriquecê-lo, pois a cada momento surgem tecnologias novas. Este artigo fala um pouco sobre cada um desses pontos. Conceitos de luz, tipos de lâmpadas, tecnologias inovadoras e métodos para que um bom projeto seja feito.

Palavras-chave: iluminação, projeto, arquitetura, lâmpada.

“Disse Deus: ‘Haja luz’, e houve luz.”
…exibir mais conteúdo…
Ficam escondidas, mostrando apenas os seus efeitos.” (SILVA, 2004). • Incandescentes: são as mais comuns, conhecidas por todos. Funcionam com o aquecimento de um filamento que se localiza em seu interior, portanto aquecem igualmente o ambiente onde se encontram. Seu custo é baixo e sua reprodução de cor é boa. É mais usada na iluminação geral. Sua cor básica é amarela, portanto aconchegante. Quanto mais branca for a luz, menos confortável o ambiente se torna em função do cansaço visual que ela causa. (GURGEL, 2002; GURGEL, 2005)

• Halógenas: são variantes das incandescentes, porém utilizam gás (halogênio) na sua constituição. Também aquecem o ambiente, mas numa proporção menor, pois são usadas com refletor dicróico, o qual joga o calor para traz. Sua luz é mais branca que as incandescentes, mais brilhante e intensa, sendo mais usadas para iluminação de destaque. (GURGEL, 2002; GURGEL, 2005) • Fluorescentes: não aquecem o ambiente. São mais econômicas que as incandescentes, por isso são indicadas para iluminação geral, porém são contra indicadas para locais onde haja uso de maquinário com partes oscilantes, pois podem causar efeito estroboscópico, paralisando visualmente o movimento das máquinas. Possui duas tonalidades: a mais branca e a mais amarelada. (GURGEL, 2002; GURGEL, 2005) • Lâmpadas de descarga: emitem bem menos calor que as lâmpadas halógenas. Possuem qualidades diferentes, durabilidade oscilante e reprodução de cores variável. São utilizadas

Relacionados

  • tcc tecnico em edificações
    3993 palavras | 16 páginas
  • Tcc domotica
    9989 palavras | 40 páginas