Mais-valia e a acumulação de capital, segundo marx

884 palavras 4 páginas
1. Valor do capital constante e valor do produto

Neste tópico Marx tece comparações entre o produto das nações desenvolvidas e as relativamente não desenvolvidas, sendo a Rússia um exemplo de nação atrasada e a Inglaterra a nação desenvolvida.

Ele diz que o produto das nações atrasadas é mais barato que o das capitalistas desenvolvidas. Entretanto, o produto da nação desenvolvida parece produzido por muito menos trabalho (durante o ano) que o da nação atrasada.

Tomando a agricultura do trigo como exemplo, entra no valor do produto do agricultor inglês uma parte do valor do capital constante, a qual não se incorpora no valor do produto do agricultor russo.
Admitamos que seja essa parte do valor igual à jornada de 10 homens, e que um trabalhador inglês pomha em movimento esse capital constante. Se são necessários 5 trabalhadore russos para se obter o mesmo produto que 1 trabalhador inglês produz com o emprego de capital constante, e se o capital constante aplicado pelos russos = 1, logo o produto inglês = 10 + 1 = 11 jornadas de trabalho, e o dos russos = 5 + 1 = 6. O preço e o valor do trigo inglês seria portanto muito mais alto que o russo, mas o inglês seria produzido com menos trabalho, uma vez que o trabalho pretérito que reaparece tanto no volume quanto no valor do produto não custa acréscimo de novo trabalho.
Os preços do produto agrícola podem por isso elevar-se mais em países de produção capitalista do que em menos desenvolvidos, embora na realidade esse

Relacionados

  • O capital de karl marx - capítulo i
    813 palavras | 4 páginas
  • Processo de trabalho e processo de produzir mais-valia
    939 palavras | 4 páginas
  • Transformação de Mais-Valia em Capital
    2337 palavras | 10 páginas
  • O Capital - Capítulo VII - A taxa de mais valia
    1058 palavras | 5 páginas
  • ADP 5 TAXA E MASSA DE MAIS VALIA
    1315 palavras | 6 páginas
  • O sistema de crédito e o capital fictício em marx
    12055 palavras | 49 páginas
  • A taxa de mais-valia (capítulo VII)
    1435 palavras | 6 páginas
  • Fichamento: marx, k. a chamada acumulação primitiva. in: o capital: crítica a economia política. livro i, volume ii. rio de janeiro: civilização brasileira, 1968.
    1065 palavras | 5 páginas
  • Marx - lei geral da acumulação capitalista
    3909 palavras | 16 páginas