Manual de metodologia da pesquisa no direito - resenha (p. 03 - 101)

5249 palavras 21 páginas
Fichamento do livro: Manual de Metodologia da Pesquisa em Direito. Orides Mezzaroba e Claudia Sevilha Monteiro. Páginas 03 a 101. 5ª edição, São Paulo/SP. Saraiva, 2009.

PARTE I

CONHECIMENTO

1. O conhecimento e suas implicações
A capacidade de produzir conhecimento está intrínseca na natureza do homem, e é por esse motivo que chegamos às invenções e descobertas atuais. Estamos em uma busca constante por solucionar nossos problemas em vias de resolver as adversidades que enfrentamos, produzindo para isso tecnologia (“o resultado do conhecimento aplicado” – p. 4) e utilizando-se para isso tudo aquilo que encontra ao seu redor.
“O processo de formação do conhecimento não é dotado de progressiva continuidade linear” (p. 5).
…exibir mais conteúdo…
1.4) Paradigmas do conhecimento
Para uma pesquisa de qualidade é necessário ter noção dos diversos fatores que podem influenciar o processo de conhecimento.
Paradigma é um conjunto de crenças, valores e técnicas compartilhadas por uma sociedade em certo período histórico.
O paradigma social estuda o perfil de uma sociedade: como ela se organiza, modo de produção, seus problemas, modo de desenvolvimento, enquanto no paradigma epistemológico temos o modo como os objetos de pesquisa são tratados pela ciência.
No processo de busca pelo conhecimento verdadeiro encontramos barreiras por não conseguirmos nos livras de antigas crenças e paradigmas que influenciam nossa forma de pensar consciente ou inconscientemente. É importante salientar que todo paradigma contribui para o conhecimento de alguma forma em certa situação.
Desde o Iluminismo temos o paradigma da modernidade, que à medida que seus postulados não solucionam os problemas atuais, chega à sua crise.
Através do mito da caverna de Platão temos a libertação do homem das sombras ao mundo das luzes, das ideias. Ou seja, aquilo que não podemos ver claramente através da sensibilidade, acabamos por transformar em crença.

1. Modos de conhecer o mundo
Como visto no capítulo anterior o conhecimento se dá pela relação entre o conhecedor e o objeto de estudo. Enquanto o sujeito entra em contato com tal objeto ele vai “absorvendo” suas características, e quando conhece sua essência pode reconstruí-lo

Relacionados

  • RESENHA REFERENTE À OBRA METODOLOGIA DA CIÊNCIA DO DIREITO DE KARL LARENZ: A INTERPRETAÇÃO DAS LEIS
    1849 palavras | 8 páginas
  • Resenha: a importância da disciplina de metodologia da pesquisa científica na universidade
    830 palavras | 4 páginas
  • Metodologia da pesquisa jurídica
    3753 palavras | 16 páginas
  • Metodologia da pesquisa - tcc
    4256 palavras | 18 páginas
  • Metodologia de pesquisa
    2780 palavras | 12 páginas
  • Resenha de joão maurício adeodato, "bases para uma metodologia da pesquisa em direito"
    967 palavras | 4 páginas
  • Plano de aula de metodologia da pesquisa
    886 palavras | 4 páginas
  • Resenha : as três metodologias: acadêmica, da ciência e da pesquisa
    1058 palavras | 5 páginas
  • LAVILLE, Christian; DIONNE, Jean. "Problema e Problemática", In: A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas
    1183 palavras | 5 páginas