Maquiavel, O Príncipe (resumo por capítulos, parecer crítico e glossário)

8956 palavras 36 páginas
Trabalho realizado por: João P. C. Cerqueira

Maquiavel, O Príncipe (resumo por capítulos, parecer crítico e glossário)

Capitulo I

O livro é apresentado sobre duas formas de autoridades: as hereditárias e aos principados, onde os governantes chegavam ao poder através de sua honestidade ou herança. Dedicado a Nicolau Maquiavel príncipe de Florença que nesta época estava em crise.

Capitulo II

Maquiavel aponta neste capitulo sobre o sacrifício que é manter um estado novo do que ao estado hereditário,pois, o povo já estava habituado com a cultura de uma genealogia e tendo um príncipe de um alto grau de inteligência sempre vai garantir o seu poder.

Capitulo III

Ele mostra neste capitulo que o povo sempre gosta de modificações, que ao seu ver é sempre para o lado negativo, que os homens mudam muito facilmente a sua opinião referente ao seu governante, visando melhorias e esta visão os tornam uma ameaça ao seu senhor, tornando-se inimigos todos aqueles que fazem parte dos principados. As dificuldades insiste nos principados novos, pois, não se trata de principado totalmente novo, mas sim de membro ligado a um Estado hereditário (caso em que este pode chamar-se um principado misto) Estes Estados conquistados e anexados a um Estado antigo, se forem da mesma província e da mesma língua, são a sujeitados muito facilmente principalmente quando não estão acostumados a viverem livres.
O conquistador, para mantê-los, deve ter duas regras: primeiro, fazer

Relacionados