Marcelo ortale, estilista moda coutry.

1446 palavras 6 páginas
Marcelo Ortale

O barretense nato Marcelo Ortale especialista em moda country, nasceu em 1968, e tem hoje 46 anos. Ele assumiu a criação dos trajes das rainhas e princesas da Festa do Peão em 1984, quando ele tinha 16 anos, mas começou a desenhar com apenas nove anos como autodidata. Seu pai é Independente (espécie de clube de grandes fazendeiros da região, que promovem há 47 anos a festa do Peão em Barretos) benemérito e, desde criança, Marcelo convive com tudo isso, começou a trabalhar com moda e sofreu bastante preconceito, logo no início. Antes, os clubes da região é que providenciavam as roupas das rainhas e princesas e ele começou fazendo um destes trajes e nunca mais parou, continua após 30 anos com o trabalho, estando presente
…exibir mais conteúdo…
Ele garante que é possível fazer várias combinações, mas é preciso tomar cuidado com alguns detalhes e jamais esquecer o conforto para ficar a noite e até mesmo o dia inteiro no rodeio.
Segundo ele, muitas pessoas que não estão habituadas ao ambiente das festas de rodeio têm uma idéia errada da moda country. “Elas acham que o mundo country é franja, camisa xadrez e fivela grande. Mas isso já mudou há muito tempo. Nem mesmo os peões de arena usam mais aquele xadrez exagerado”, disse.

Ortale diz que os homens devem evitar, a todo custo, usar camisas extravagantes, e acordo como estilista, a tendência para os homens é usar camisas lisas, em tons pastéis, como goiaba e azul bebê. “Eles também não devem colocar ponteiras nas camisas. Sapato, nem pensar. Ou usa bota ou tênis, e a calça deve ser sempre usada pra fora da bota. “Quem usa para dentro é quem dança catira”, brinca. Outra coisa que não se deve usar nunca é bermuda, porque não tem nada a ver com a festa”, afirma. Os rapazes gostam de tradição: chapéu Panamá, camisa xadrez, um cinto e a confortável bota texana. “Se esfriar, é possível usar um colete em matelasse e nylon. Ele não vai passar frio e vai ficar com o look super bonito”, avalia Ortale.
Um visual mais despojado sem abrir mão do estilo de cowboy também está entre as preferências do estilista, “Eu adoro um boné, principalmente com a camisa de gola polo. Ele pode usar com um cinto de fivela maior e uma 'bota montaria' no estilo pele de jacaré, fica bem

Relacionados