Medicina legal - balística forense

2827 palavras 12 páginas
1 INTRODUÇÃO

No Brasil, cerca de 70% dos homicídios são provenientes da utilização de armas de fogo, além das lesões corporais cometidas com tais ferramentas. É dever do Estado impedir que tais crimes ocorram, contudo, como este não o faz, a sociedade ao menos clama pela punição dos responsáveis por tais infrações penais. Buscando a solução, a balística forense surge como um dos meios de prova, seja contra ou a favor dos suspeitos, além de ser importante meio fundamentador para a investigação policial. Em países desenvolvidos, como os Estados Unidos e a Alemanha, a balística forense é um dos principais meios para se chegar a solução de crimes em que armas de fogo são utilizadas, uma vez que, utilizando-se esta ciência, é possível
…exibir mais conteúdo…
Armas de cano longo são aquelas que, normalmente com cano maior que 50 centímetros, são utilizadas com duas mãos e ombro, como rifles e espingardas.

2.1.1.6 Funcionamento

Quanto a este critério, as armas podem ser automáticas, semi-automáticas ou de repetição. As armas automáticas utilizam a expansão dos gases para acionar o cão e disparar novamente enquanto o gatilho estiver pressionado. As semi-automáticas utilizam o mesmo sistema, mas só para acionar o cão novamente, sendo necessário apertar o gatilho novamente para efetuar um novo disparo. Por fim, as de repetição são aquelas que necessitam do acionar manual do cão para cada disparo efetuado.

2.1.2 ARMAS MAIS COMUNS

Quando do estudo da balística forense, algumas armas, pela quantidade de crimes cometidos com as mesmas, merecem maior atenção.

2.1.2.1 Revólveres

Possuem tambor aonde as balas são colocadas e sucessivamente apresentadas no cano. São armas de alma raiada, de retrocarga, portáteis, de cano curto e de repetição.
[pic]
2.1.2.2 Pistolas

São semelhantes aos revólveres mas possuem o cabo oco aonde se introduz a munição através de pentes. Possuem alma raiada, são portáteis, de cano curto e retrocarga, podem ser automáticas ou semi-automáticas.
[pic]

2.1.2.3 Espingardas e Escopetas

Normalmente

Relacionados

  • quesitos oficiais
    3900 palavras | 16 páginas
  • ATPS Direito Processual Penal II
    3609 palavras | 15 páginas
  • Lesões perfuro contusas
    4150 palavras | 17 páginas
  • Apostila criminalistica
    5859 palavras | 24 páginas
  • Lesões produzidas por projéteis de arma de fogo (paf) 
    2127 palavras | 9 páginas
  • Importância da fotografia forense na medicina legal
    2789 palavras | 12 páginas
  • BIOMEDICINA FORENSE PERÍCIA CRIMINAL COM ANÁLISE DE DNA
    7200 palavras | 29 páginas
  • Vestígios, indícios e laudos periciais
    4806 palavras | 20 páginas
  • Medicina legal
    18130 palavras | 73 páginas
  • Metodologias das ciências forenses
    11641 palavras | 47 páginas