Memória do violão nordestino

1036 palavras 5 páginas
Relatório Final de Iniciação Científica
Discente: 2008300141 - RUBENS DA SILVA CASTRO
Projeto: PVH6592-2010 - Memória do Violão Nordestino: Primeira Edição de Obras para Violão de Henrique Annes e de Outros Compositores de sua Época.
Orientador: JOAO RAONE TAVARES DA SILVA
Resumo
Este trabalho consiste em transcrever e editar em partitura composições de violonistas que marcaram a história do violão no Nordeste no Século XX, especialmente aqueles que participaram dos programas de rádio das décadas de 50 e 60. A grande parte dessa produção é desconhecida por falta de registros em partituras e de gravações, e corre o risco de ser completamente perdida se não houver um trabalho cuidadoso de registro.

A maior parte da obra de Compositores como Zé do Carmo, Romualdo Miranda, Ernesto Jacques, Alfredo Medeiros, entre outros, só chegam até nós apenas através da memória de poucos violonistas que conviveram com eles no passado ou em precários registros caseiros de áudio. O violonista Henrique Annes (n. 1946), que guarda em sua memória um vasto repertório de obras compostas por violonistas nordestinos, é tido como uma memória viva do violão nordestino, e tem sido uma das principais fontes desta pesquisa para resgatar todo um conjunto de importantes obras que poderão, a partira desta pesquisa, estar disponíveis em partitura para gerações futuras e todos que queiram ter acesso a esse material. Além disso, será realizada uma pesquisa para uma melhor contextualização das peças, dos

Relacionados

  • análise do artigo memória e história
    893 palavras | 4 páginas
  • Resumo do livro lâmpada da memória
    880 palavras | 4 páginas
  • Resolução dos Exercícios Gerência Memória
    1277 palavras | 6 páginas
  • IDENTIDADE SOCIAL DO NORDESTINO
    2132 palavras | 9 páginas
  • Memórias do Cárcere
    2340 palavras | 10 páginas
  • Resenha do livro memorias, sonhos e reflexões
    1675 palavras | 7 páginas
  • Resumo do capítulo 6 le goff - memórias
    1298 palavras | 6 páginas
  • A Literatura de Cordel: Constando as histórias do sertão nordestino
    2267 palavras | 10 páginas
  • Resenha - nordestino: uma invenção do falo - uma história do gênero masculino (nordeste 1920/1940).
    1572 palavras | 7 páginas