Memórias do Cárcere

2340 palavras 10 páginas
Resumo do livro Memórias do cárcere vol. I
Autor: Graciliano Ramos

O livro é uma história verídica, os fatos narrados foram vividos pelo próprio autor, que foi preso sob a acusação de ter ligação com o partido Comunista, durante a ditadura de Getúlio Vargas, mais precisamente no período da revolta do 3º regimento e a Revolução em Natal.
Primeira parte: A viagem
Esse livro foi escrito foi escrito dez anos depois do ocorrido, no primeiro capitulo Graciliano explica os motivos de ter hesitado tantos anos, entre eles o fato de fato de não querer expor o verdadeiro nome das pessoas, mas também não queria dar-lhes pseudônimos para que a história não tornasse um romance uma ficção. Ele diz não saber se conseguiria concluir essa obra, porque ele escrevia lentamente e que provavelmente seria uma obra póstuma.
Tudo tem inicio em 1936, Graciliano trabalha em uma Instituição Pública e ele alega não gostar de patriotismo, então suas ideias foram consideradas ‘extremistas’. Ele diz assim que teve a noticia de alguns telefonemas misteriosos na repartição destinados à ele com algumas ameaças, não deu importância pois pensou que fosse apenas alguma picuinha de algum inimigo. Passado algum tempo ele foi despedido da Instituição, ele conta que tinha problemas com a esposa, porque ele ficava até tarde na repartição escrevendo e ela achava que ele estava com uma amante.
No dia 3 de março, ele levou a história que tinha escrito na datilógrafa e quando voltou um colega de

Relacionados

  • análise do artigo memória e história
    893 palavras | 4 páginas
  • Resumo do livro lâmpada da memória
    880 palavras | 4 páginas
  • Resolução dos Exercícios Gerência Memória
    1277 palavras | 6 páginas
  • Memória do violão nordestino
    1036 palavras | 5 páginas
  • Fichamento Gramsci Cadernos do Carcere
    2420 palavras | 10 páginas
  • Resenha do livro memorias, sonhos e reflexões
    1675 palavras | 7 páginas
  • Resumo do capítulo 6 le goff - memórias
    1298 palavras | 6 páginas