Mercado de derivativos

6176 palavras 25 páginas
1 – Derivativos
1.1 – Introdução
Derivativos são instrumentos financeiros estabelecidos mediante contratos cujo os preços são determinados e variam em função do preço de outro ativo de mercado. Em resumo, podemos dizer que um derivativo é um contrato cujo valor deriva de um outro ativo, chamado de ativo-objeto. Os Derivativos permitem reduzir os riscos inerentes à atividade econômica e existem quatro modalidade de contratos:

1. Termos
2. Futuros
3. Opções.
4. SWAPS

1.2 – Importância dos Derivativos

Não se conhece bem a dimensão exata desse mercado. O Bank for International Settlements (BIS), com sede na Suíça, divulga trimestralmente os valores referenciais dos contratos negociados em bolsa ou no mercado de balcão (fora da bolsa).
O boletim disponível em março de 2007 indica o valor referencial de US$57,80 trilhões em bolsas (base setembro de 2006) e US$369 trilhões no balcão (base junho de 2006). Se esses mercados parassem de ser negociados, a economia mundial sofreria bastante, pois todo processo de negociação mundial está ancorado em coberturas (hedge) contra riscos de preços e taxas por meio de derivativos.
Isso quer dizer que o valor de um simples empréstimo negociado junto a um banco pode ter sido anteriormente objeto de uma operação em derivativos. Esses instrumentos fazem parte de uma cadeia de operações que podem estar amparando contratos comerciais em diferentes partes do mundo.
1.3 – História dos Derivativos
É no Japão feudal do século XVII

Relacionados

  • MERCADO DERIVATIVO
    1789 palavras | 8 páginas
  • Mercado de cambio
    3814 palavras | 16 páginas
  • Monografia pesquisa de mercado
    3333 palavras | 14 páginas
  • Mercado de capitais
    4726 palavras | 19 páginas
  • Economia de Mercado
    2016 palavras | 9 páginas
  • MERCADO DE CAMBIO
    3122 palavras | 13 páginas
  • Análise de mercado - resumo
    2958 palavras | 12 páginas
  • Derivativos
    3668 palavras | 15 páginas