Microbiologia de carne caprina

1030 palavras 5 páginas
1.0 INTRODUÇÃO

Há cerca de Dez mil anos, a cabra foi o primeiro animal domésticodo a produzir alimentos para o homem (Ribeiro, 1997). Os caprinos e ovinos estão entre os ruminantes de maior distribuição no globo terrestre, servindo de importante fonte alimentar desde o início da civilização. Neste contexto, observa-se que a carne de caprinos e ovinos se destaca entre as carnes vermelhas mais consumidas pelo homem (Madruga, 2005).

Segundo a FAO (Food Agriculture Organization, 2007), um quinto da população mundial alimenta-se de carne. Por esta razão, atualmente se tem a preocupação de proporcionar às pessoas uma carne mais saudável, uma vez que este alimento se caracteriza pela natureza das proteínas que o compõe. (PIGATTO BARROS, 2003). Segundo dados da FAO (2010), a população mundial de caprinos foi de 880 milhões de cabeças, com forte concentração nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento (mais de 90% do total). A China tinha o maior efectivo, com mais de 152 milhões de cabeças, seguida pela Índia com 126 milhões e Bangladesh com 60 milhões.

Dados do Instituto Nacional de Estatística (2010), indicaram que o efectivo de caprinos em Moçambique até ao ano de 2010 era de 791 322 cabeças, o que correspondeu a 0.08% do efectivo mundial, taxa consideravelmente muito baixa. Na província de Manica, até ao mesmo ano apresentava um efectivo de 82 370 cabeças, o que correspondeu a 10.41% do efectivo total do país e os restantes 90% estando distribuídos pelas outras

Relacionados

  • Microbiologia da carne
    2820 palavras | 12 páginas
  • Empanado de carne seca
    11237 palavras | 45 páginas
  • Microbiologia de alimentos
    1672 palavras | 7 páginas
  • bromatologia de carnes
    1334 palavras | 6 páginas
  • Relatório de microbiologia
    6645 palavras | 27 páginas
  • Relatório de Urocultura - Microbiologia
    1897 palavras | 8 páginas
  • Processamento de Carne de Caprinos
    1041 palavras | 5 páginas
  • EMBUTIDO DE CARNE
    5409 palavras | 22 páginas
  • Microbiologia de alimentos
    1276 palavras | 6 páginas