Missoes no periodo colonial

2646 palavras 11 páginas
INTRODUÇÃO
Este trabalho tem como objetivo apresentar as missões no período colonial, e tem como objetivos esclarecer:
*Definir quem eram os Jesuítas e identificar quais eram os motivos que levaram a vinda dos jesuítas para o Brasil;
*Apontar o impacto- socioculturais na vida dos nativos com a ocupação de seu território pelos portugueses e Jesuítas;
*Descrever os motivos que levaram os Jesuítas a fundar as reduções;
*Relatar a influência dos Bandeirantes nas missões;
*Esclarecer o que levou a expulsão dos Jesuítas e o fim das missões no Brasil;
*Valorar as contribuições do período jesuítico na atualidade.

Missões Jesuítas

Missões Jesuítas, também denominadas de Reduções, são os antigos aldeamentos indígenas organizados e
…exibir mais conteúdo…
Eles viviam do cultivo da terra, se valendo de técnicas agrícolas ensinadas pelos religiosos. Com o tempo, muitas missões prosperaram e acabaram virando uma ameaça à centralização de poder pretendida pela Coroa. Resultado: em 1759, os jesuítas foram expulsos do Brasil, acusados de controlar um "Estado dentro do Estado" e de insuflar os guaranis contra o domínio português.
O SURGIMENTO E A VINDA DOS JESUÍTAS PARA O BRASIL
A Idade Média foi marcada pelo enfraquecimento e segregação da Igreja Católica, devido as graves acusações de corrupção e venda de indulgências. Isto causou a Revolta Popular de Martinho Lutero, reconhecido como idealizador da separação da Igreja Católica da Protestante.
Devido a dimensão do protestantismo, a Igreja Católica adota a Contra Reforma, a fim de resgatar a sua influência religiosa e seu poderio. Em 1534, fundada por Inácio de Loyola, surge a Companhia de Jesus, com o ideal de renovar os ensinamentos e a doutrina católica.
Os jesuítas estiveram no Brasil colonial de 1549 a 1759. No século XVI, participaram da fundação de várias cidades e do desbravamento de interior. Os principais motivos que os trouxeram para o Brasil foram pacificar os índios hostis aos portugueses, propagar e converter os nativos a fé, dar assistência religiosa aos colonos recém-fixados em solo brasileiro, fundar escolas elementares e secundárias, as escolas de Ler e Escrever¨. Era preciso fundar missões com as devidas adaptações à

Relacionados

  • Colonização da américa portuguesa
    1610 palavras | 7 páginas
  • A Colonização Portuguesa na Amazônia
    3450 palavras | 14 páginas
  • Identidades e políticas coloniais: guaranis, índios infiéis, portugueses e espanhóis no rio da prata, c.1750-1800
    7790 palavras | 32 páginas
  • politicas de educacao e sua implementacao em mocambique(1498-2002)
    1692 palavras | 7 páginas
  • Questão social na amazonia
    3248 palavras | 13 páginas
  • Igreja militante e Expansão Iberica
    1434 palavras | 6 páginas
  • O periodo colonial e companhia de jesus
    885 palavras | 4 páginas
  • Jesuítas e a educação no período colonial
    3000 palavras | 12 páginas
  • A hegemonia católica na colônia e no império marcos marques de oliveira no brasil colonial, vis a vis à modernidade européia, estabeleceu-se a herança cultural ibérica através da igreja católica com a chegada da ordem
    2002 palavras | 9 páginas