Mobilização social e práticas educativas processo de trabalho e serviço social

2072 palavras 9 páginas
Mobilização social e práticas educativas
Processo de trabalho e Serviço Social

Sumário
1. Introdução
2. A função pedagógica do assistente social: fundamentos e tendências atuais das práticas educativas na sociedade brasileira.
3. Mobilização social e organização como práticas educativas: concepção, objetivos, implicações ético-políticas, estratégias e instrumentos técnicos.
4. Conclusão.
Introdução
O texto apresentado tem por objetivo promover uma discussão sobre as práticas educativas desenvolvidas pelos assistentes sociais nos processos de intervenção social nos diferentes espaços sócios ocupacionais com foco principal nos processos de mobilização social e organização. As autoras fazem uma reflexão histórica das atividades
…exibir mais conteúdo…

Quais os eixos centrais da função pedagógica do assistente social?
Na sociedade brasileira, a função pedagógica do assistente social determina-se a partir de estratégias educativas posta na luta de classe, que são:
Estratégias educativas subalternizantes, ligadas a necessidade de reprodução das relações de dominação e exploração do capital sobre o trabalho e a sociedade.
Estratégias educativas emancipatórias, ligadas à necessidade histórica de construção de uma alternativa societária a ordem do capital.
Essas estratégias educativas adquirem perfis pedagógicos à prática profissional, direcionando em dois pontos principais que definem esse perfil: ajuda e participação.
Ajuda, determina a constituição do serviço social desde a sua institucionalização como profissão até a conjuntura atual. Aparece no serviço social de caso como “ajuda psicossocial individualizada” segundo Mary Richmond (1950, 1977) é um tratamento prolongado e intensivo que visa o ajustamento do indivíduo ao meio, reforma moral e reiteração social, impostas pelas necessidades organizacionais e tecnológicas, introduzidas com a linha de montagem nos moldes fordista e taylorista. O trabalhador fordiano é a base de uma nova sociabilidade, difundida a todo mundo capitalista no pós-Segunda Guerra Mundial, sob hegemonia dos Estados Unidos, no período de desenvolvimento e crise do Estado de bem-estar, materializa-se nesta época nos países centrais,

Relacionados

  • instrumentais serviço social
    5445 palavras | 22 páginas
  • Projeto de intervenção
    1769 palavras | 8 páginas
  • Fichamento do artigo: desafios atuais do sistema único de saúde – sus e as exigencias para os assistentes sociais
    3417 palavras | 14 páginas
  • Pedagogo e o trabalho desenvolvido na associação de pais e amigos dos excepcionais (apae)
    4398 palavras | 18 páginas
  • Fundamentos psicologicos
    7378 palavras | 30 páginas
  • As contribuições do serviço social na atenção a pessoa idosa
    3252 palavras | 14 páginas
  • Como surgiu serviço social no brasil
    1412 palavras | 6 páginas
  • Creas
    14787 palavras | 60 páginas
  • Linha do tempo da saúde do brasil
    1814 palavras | 8 páginas