Monismo juridico

1337 palavras 6 páginas
Sociologia Jurídica e judiciaria
Professor: Antônio Azevedo serafim

TEORIA MONISTA Também conhecida como do estatismo jurídico, segundo a qual o Estado e o Direito se confundem em uma única realidade. Para os monistas só existe o direito estatal, pois não admitem a ideia de qualquer regra jurídica fora do estado. E o estado é a fonte única do Direito, porque quem dá vida ao Direito é o estado através da força coativa de que só ele dispõe. Logo, como só existe o Direito emanado do Estado, ambos se confundem em uma só realidade. Foram precursores do monismo jurídico: Hegel, Hobbes e Jean Bodin. Desenvolvida por Rudolf Von Lhering e John Austin, alcançou esta teoria a sua máxima expressão com a escola tecno-jurídica liderada
…exibir mais conteúdo…
A segunda fase, conhecida como ciclo da sistematização, compreendeu o período que vai da Revolução Francesa até o século XIX, marcada pelo surgimento das codificações, quando se consagrou o pensamento de que todo o Direito não só é Direito, mas de que somente o Direito Positivo é verdadeiramente Direito, indo de encontro às

Relacionados

  • Monismo e dualismo
    1559 palavras | 7 páginas
  • Fichamento Pluralismo Jurídico Antonio Carlos Wolkmer
    1143 palavras | 5 páginas
  • Monismo e Dualismo
    1189 palavras | 5 páginas
  • Tratados internacionais
    16445 palavras | 66 páginas
  • Resenha "entre a lei e o direito"
    1181 palavras | 5 páginas
  • fonte do direito internacional publico
    1348 palavras | 6 páginas
  • Estudos Disciplinares
    1702 palavras | 7 páginas
  • Resumo Dip
    4348 palavras | 18 páginas