Monitoria para adolescentes na igreja evangélica assembleia de deus no brasil

11165 palavras 45 páginas
1. INTRODUÇÃO

De acordo com o Dicionário do Novo Testamento Grego, Igreja vem do termo grego “((((((((” que significa: “chamados ou convocados para uma assembléia” (WILLIAM CAREY TAYLOR, 2001 p 68).

Jesus fez uma promessa que construiria a igreja quando Ele disse: “sobre esta Pedra edificarei a minha igreja” (Mt 16.18), porém, ela foi constituída e iniciada em Jerusalém aproximadamente a dois mil atrás, por volta do ano 30 d. C. no dia de pentecostes (EARLE CAIRNS, 2007 p 24).

Foi criada com uma missão suprema que é: “pregar o evangelho do Reino de Deus aqui na terra a toda criatura” (Mc 16.15). Exatamente porque toda humanidade se perdeu de acordo com as Escrituras e precisam chegar de volta a Deus (Rm
…exibir mais conteúdo…

219).

Puberdade vem do verbo latim “púbere”, que significa chegar à puberdade de acordo com o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (2006, p. 644). A puberdade é marcada pelo progresso das características físicas, sexuais secundárias e habilidade de reprodução da espécie.

A puberdade é um processo da existência humana entre a fase da infância e a fase adulta. (Dicionário Houaiss, 2004, p. 606).

Marchetti (in Roberta Buhler 2001, p. 7), divide a puberdade em três fases diferentes sendo: pré-puberdade época de organização intrapsíquica, desenvolvimento do corpo físico, qualidades e processos intermediários da infância; puberdade época do amadurecimento sexual à capacidade de reprodução e luto da infância em relação ao período da adolescência e pós-puberdade momento em que há uma individuação. Separação do mundo adolescente para a admissão ao mundo adulto ou término da definição da identidade pessoal.

1. TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS

A adolescência é marcada pela puberdade uma vez que ocorrem alterações de muitas partes do corpo, pois marca o fim da infância e início da fase da adolescência. É uma experiência única e particular na vida do ser humano.

De acordo com o texto adaptado de (TAVARES e ALARCÃO, 2002, p.

Relacionados