Monografia sobre Depressão Infantil

6391 palavras 26 páginas
DEPRESSÃO INFANTIL
1. DEFINIÇÃO
O termo depressão é empregado para designar tanto um estado afetivo normal, a tristeza, quanto um sintoma, uma síndrome e uma doença. Enquanto sintoma, a depressão é considerada como um estado de ânimo caracterizado por sentimentos de tristeza, desencanto, disforia ou desespero, já a síndrome está relacionada a alterações do humor como tristeza, irritabilidade, incapacidade de sentir prazer, apatia, baixa autoestima, e alterações cognitivas e vegetativas como o transtorno do sono, do apetite, e dificuldade de concentração. A Depressão Infantil é uma doença que vêm sendo muito enfatizada nos meios de comunicação, uma vez que sua incidência pode comprometer o desenvolvimento da criança e interferir em seu
…exibir mais conteúdo…
Ajuriaguerra (1991) diz que a depressão infantil está associada a uma inibição motora, ocasionando para a criança uma dificuldade de brincar, executar tarefas ou ocupações. Os sintomas depressivos também estão presentes nas situações de jogo, no qual a criança usa expressões como “não sei”, “eu não alcanço”, “não consigo”.
De acordo com Grunspun (1992) a Depressão Infantil somente foi reconhecida à partir de 1952, em trabalhos publicados concomitante por Harms, Schachter e Campbell; Harms descrevendo as modalidades diferenciais da psicose maníaco-depressiva em crianças; Schachter descrevendo o caso de um menino com alterações clinicas de humor dos 4 aos 9 anos de idade, sem quaisquer influencias emocionais que justificasse estas alterações, esse paciente apresentava hipoatividade motora, aparentando déficit motor, falta de interesse e grande indiferença nas fases hipomaníacas, torna-se hiperativo, espontâneo com verbalização exagerada.
Para Jersild (1902) é importante tentar compreender os sentimentos da criança, pois é através deles que ela tem a experiência mais intima do sabor e do ressaibo de sua existência como pessoa. Essa dimensão da experiência da criança, seus sentimentos torna-se menos perceptivos para os outros quando ela fica mais velha.
Uma criança mais velha é mais capaz que a outra mais nova de “dizer o que pensa”, mas também é mais capaz de se refugiar no silencio. É mais capaz de adequar suas ações aos

Relacionados

  • pedofilia virtual
    3545 palavras | 15 páginas
  • Tcc sindrome de down
    2952 palavras | 12 páginas
  • Transtorno alcoolista sob a perspectiva psicodramatica
    4032 palavras | 17 páginas
  • Crianças ansiosas e as dificuldades de aprendizagem na educação infantil
    7046 palavras | 29 páginas
  • ana freud
    4609 palavras | 19 páginas
  • A influência da separação dos pais no comportamento e aprendizagem dos filhos
    7387 palavras | 30 páginas
  • ATPS PLANO E PROJETO DE INTERVEN O SOCIAL
    3769 palavras | 16 páginas
  • Atletismo na escola
    3166 palavras | 13 páginas
  • Jogos, brinquedos e brincadeiras no desenvolvimento da criança disléxica
    7397 palavras | 30 páginas
  • A internet nas mãos de uma criança: como essa mídia influencia no pensamento infantil
    13381 palavras | 54 páginas