Nascimento, Vida e morte das estrelas

1327 palavras 6 páginas
Nascimento das estrelas: As estrelas nascem de grandes nebulosas proto-estelares - nuvens de gás e poeira gigantescas. Ao longo de milhões de anos, estas nuvens colapsam lentamente em núcleos individuais (proto-estrelas), a partir das quais se formam estrelas.
O espaço interestelar é rico em nuvens de gás e poeira - misturas dos elementos primordiais, hidrogénio e hélio, e de outros mais pesados formados nas primeiras gerações de estrelas. Quando estas estrelas antigas chegavam ao fim da vida, espalhavam os seus restos pelo espaço.
Normalmente, estas nuvens escuras e frias são invisíveis, exceto quando estão em silhueta num fundo mais claro. Por vezes, contudo, são perturbadas e, por serem
…exibir mais conteúdo…
Se tiver um pouco mais de massa, os elétrons são empurrados contra os prótons que se convertem então em nêutrons, e a estrela vira uma estrela de nêutrons ou um pulsar. Uma estrela de nêutrons pode ter a massa do nosso sol, e ter um diâmetro de apenas 30 quilômetros – elas são extremamente compactas. Para você ter uma ideia de como isso é

Relacionados

  • Conceito de morte e a terminalidade da vida
    931 palavras | 4 páginas
  • Morte e vida severina a luz do debate teórico-histórico da acumulação primitiva do capital.
    1699 palavras | 7 páginas
  • Oral "a culpa é das estrelas"
    857 palavras | 4 páginas
  • Morte e vida das grandes cidades norte-americanas - resumo
    1077 palavras | 5 páginas
  • Introdução morte e vida das grandes cidades
    9313 palavras | 38 páginas
  • RESENHA MORTE E VIDA DAS GRANDES CIDADES DE JANES JACOBS
    803 palavras | 4 páginas
  • O impacto da morte e da doença grave sobre o ciclo de vida familiar
    1119 palavras | 5 páginas
  • Vida e morte severina
    6104 palavras | 25 páginas
  • A vida e a morte segundo os filosofos
    2031 palavras | 9 páginas