Norma culta da língua portuguesa

1629 palavras 7 páginas
Uma forma formal de escrita não apresenta coloquialismos. Coloquialismo é a apresentação na forma escrita de expressões comummente utilizadas na expressão oral. No seu texto, identifica-se "é isso aí" como um coloquialismo.

- Língua (Usos culto, coloquial e popular - gíria) -
(*Luiz Antonio Sacconi )

A língua é um código de que se serve o homem para elaborar mensagens, para se comunicar.
Existem basicamente duas modalidades de língua, ou seja, duas línguas funcionais:

1) a língua funcional de modalidade culta, língua culta ou língua-padrão, que compreende a língua literária, tem por base a norma culta, forma lingüística utilizada pelo segmento mais culto e influente de uma sociedade. Constitui, em suma, a língua utilizada pelos veículos de comunicação de massa (emissoras de rádio e televisão, jornais, revistas, painéis, anúncios, etc.), cuja função é a de serem aliados da escola, prestando serviço à sociedade, colaborando na educação, e não justamente o contrário;

2) a língua funcional de modalidade popular; língua popular ou língua cotidiana, que apresenta gradações as mais diversas, tem o seu limite na gíria e no calão.

Norma culta

A norma culta, forma lingüística que todo povo civilizado possui, é a que assegura a unidade da língua nacional. E justamente em nome dessa unidade, tão importante do ponto de vista político-cultural, que é ensinada nas escolas e difundida nas gramáticas.
Sendo mais espontânea e criativa, a língua popular se

Relacionados

  • Preconceito Linguístico
    4520 palavras | 19 páginas
  • O papel da norma culta na sociedade
    2388 palavras | 10 páginas
  • Fichamento do texto: Por que “norma”? Por que “culta”? - Marcos Bagno
    2422 palavras | 10 páginas
  • Resumo do 1° e 2° capitulo do livro preconceito linguistico
    1810 palavras | 8 páginas
  • resumo livro Palavra, Poder, Ensino da Língua
    1369 palavras | 6 páginas
  • Resenha do livro "preconceito linguístico" - marcos bagno
    965 palavras | 4 páginas
  • Comunicação e Expressão
    1375 palavras | 6 páginas
  • NOVISSIMA GRAMATICA DA LINGUA PORTUGUESA
    2238 palavras | 9 páginas
  • Resumo preconceito linguístico - marcos bagno
    2497 palavras | 10 páginas