O DESTINO DO HOMEM E DO MUNDO

7234 palavras 29 páginas


Deinha 981150810

O DESTINO DO HOMEM E DO MUNDO

1 – Vocação Transcendental e Escatológica da Criação toda

Leonardo Boff faz uma critica ao do homem como ser transcendental e vocacionado dentro de uma realidade conhecida pela humanidade. Nessa crítica ele chama a atenção para o que alguns teólogos chamam a morte de Deus como um fato histórico, onde o mundo não tem mais necessidade de um sentido derradeiro e transcendente decifrado como Deus.

Ele chama a atenção para este fato como a busca do homem pelo ter e não pelo ser, ocasionando uma mudança substancial na sociedade que teve início no Século XVI. Nessa nova forma de pensar, Deus deixou de ocupar o seu lugar para o homem com artífice de tudo. A economia e a política tomaram o lugar que antes eram ocupados pela religião e a cultura como orientadores da humanidade.
Boff já vislumbrava a globalização como um fenômeno que agravaria essa situação quando coloca a disposição de todo tipo de experiências humanas, religiosas, culturais e científicas do passado e do presente e até mesmo do futuro. Essas novas experiências abrem caminho para novos comportamentos e relacionamentos do homem com a Divindade, apresentando diversos caminhos possíveis e não apenas um.
Nessa nova realidade apresentada por ele o homem passou a dividir com Deus o poder escatológico de por fim a tudo, no momento que ele tem a capacidade de por termo a história, a o mesmo tempo ter nas mãos o poder evolutivo tanto para o sucesso quanto para

Relacionados

  • O mundo dos gibis
    1753 palavras | 7 páginas
  • RESENHA O HOMEM E O MUNDO NATURAL
    1346 palavras | 6 páginas
  • o enfrentamento dos mundos
    6252 palavras | 26 páginas
  • O homem e o mndo do trabalho
    2394 palavras | 10 páginas
  • SINDICALISMO NO BRASIL E O MUNDO DO TRABALHO
    3497 palavras | 15 páginas
  • RESENHA DO LIVRO “E O CÉREBRO CRIOU O HOMEM”
    1343 palavras | 6 páginas
  • RESENHA CRÍTICA SOBRE O DOCUMENTÁRIO “ESCOLARIZANDO O MUNDO – O ÚLTIMO FARDO DO HOMEM BRANCO”
    742 palavras | 4 páginas