O LIVRO DO DESASSOSSEGO E A FLORESTA DO ALHEAMENTO DE FERNANDO PESSOA.

913 palavras 4 páginas
Universidade Estadual de Goiás
Unidade Universitária de Formosa
Literatura Portuguesa
Docente:
Discente: Sérgio Venicio M. Lucena

AMPLA ANÁLISE SOBRE AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DAS OBRAS: O LIVRO DO DESASSOSSEGO E A FLORESTA DO ALHEAMENTO DE FERNANDO PESSOA.

A natureza variada de fragmentos que compõem O Livro do Desassossego, em caráter desconexo, um livro interminável como vários outros da literatura moderna. Fernando Pessoa foi se metamorfoseando em inúmeros livros, porém se pode afirmar com toda certeza que no livro citado acima, ele sobressai o tom melancólico, de um desalento iniludível, em trechos na qual ele trata de impossibilitar um descanso da alma e seu intelecto, sonhando acordado, na qual foca em
…exibir mais conteúdo…
Toda subjetividade que encontramos no texto Floresta do Alheamento pode ser equiparada ao Livro do Desassossego onde a fuga da realidade exterior para um mundo de sonhos mas que traz dessa realidade exterior certos elementos importantíssimos para descrição da obra, como a presença feminina que o faz alimentar os sonhos nesta obra que relata seus dramas, porém, a literatura dramática, nada mais é que que a forma maximamente objetiva, pois um drama não é mais que um romance em sua forma de síntese.
Alberto Caeiro é um heterônimo de Fernando Pessoa, na qual nasce em Lisboa, e morre na mesma cidade de tuberculose, e que é um heterônimo ligado em contato direto com a natureza, e sua lógica é a mesma da ordem natural.
Caeiro tem como sua principal característica pensar com os sentidos, porém não há ausências de reflexões sobre os fatos, ele apenas adotou uma nova maneira de pensar, e que esconde uma imensa complexidade filosófica, apesar da simplicidade de suas poesias, pois aborda a percepção do mundo e a tendência a tendência do ser humano em transforma tudo o que ver em símbolos, e acaba sendo incapaz de compreender o seu verdadeiro significado.
Ricardo Reis, outro heterônimo de Pessoa, formado em medicina e um legítimo monarca, e na qual ao não concordar com a República em seu país, se auto exilou no Brasil.
Sua teoria estética decorre antes de mais do sensacionalismo, mas

Relacionados