O conhecimento como crença verdadeira justificada

492 palavras 2 páginas
O conhecimento como crença verdadeira e justificada No domínio do conhecimento podemos distinguir dois tipos: 1. O conhecimento prático, saber-fazer ou saber-como, que se refere ao conhecimento de uma atividade, ou seja, à capacidade, aptidão ou competência para fazer alguma coisa: por exemplo, saber cozinhar, conduzir, dançar, etc, ou seja, resulta da experiencia quotidiana; 2. O conhecimento teórico, saber-que, que é o conjunto de todas as informações que descrevem e explicam o mundo natural e social que nos rodeia e resulta da atividade cientifica e filosófica. Há ainda níveis ou modos de conhecer mas grande parte dos nossos conhecimentos é relativa ao saber-que. Por exemplo, sabemos que 2+2=4. Platão apresentou a sua filosofia sob a forma de diálogos, é o caso do diálogo Teeteto onde Sócrates conduz um debate com o objetivo de obter uma definição do conceito de conhecimento (Episteme), onde Teeteto apresenta três hipóteses de definição: * O conhecimento é sensação; * O conhecimento é opinião verdadeira; * O conhecimento é a opinião verdadeira acompanhada de razão. Relativamente á primeira hipótese dada por Teeteto, o conhecimento é sensação, Protágoras diz que o “ser humano é a medida de todas as coisas”, então “cada coisa é para mim do modo como a mim me parece; é para ti do modo como a ti te parece”. Sócrates refuta esta hipótese argumentando que se a realidade é reduzida á perceção que temos dela então não a podemos conhecer nem

Relacionados

  • A administração como ciência e a formação do conhecimento administrativo
    2136 palavras | 9 páginas
  • O novo contexto e o individuo: a aquisição de novos conhecimentos como formas de sobrevivência
    867 palavras | 4 páginas
  • Reflexão sobre a dúvida como processo para o conhecimento no discurso do método de descartes
    5667 palavras | 23 páginas
  • O conhecimento como característica da humanidade
    386 palavras | 2 páginas
  • a preocupação com o conhecimento
    2764 palavras | 12 páginas
  • O conhecimento dos primeiros filosofos
    2576 palavras | 11 páginas
  • O direito como objeto de conhecimento
    1962 palavras | 8 páginas
  • RESENHA CRÍTICA DO ARTIGO: AVALIAÇÃO ESCOLAR COMO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO
    1351 palavras | 6 páginas
  • A formação da sociologia como conhecimento científico
    2549 palavras | 11 páginas
  • Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual
    5230 palavras | 21 páginas