O direito e as ciências auxiliares

2543 palavras 11 páginas
O DIREITO E AS CIÊNCIAS AUXILIARES
O Direito é uma ciência jurídica. Apesar de tal classificação, ele não trabalha sozinho, isolado das outras ciências. Exemplificando: quando há alguma ação levada a tribunal para julgamento, o Direito apenas define o que é ou não passível de punição e qual deve ser a pena aplicada a cada infração, além de definir agravantes e atenuantes. Apesar disso, ele tem participação restrita na parte de investigar determinada conduta para que se saiba, com certeza, o que ocorreu, para só então ser levado a julgamento. E é basicamente nessa linha de investigação que as ciências auxiliares do Direito lhe são de grande valor.
A seguir, apresentaremos algumas das ciências auxiliares do Direito, especificando de forma
…exibir mais conteúdo…
Esta teoria parte da premissa de que o crime é um fenômeno social muito seletivo, e que está unido a certos processos, estruturas e conflitos sociais, tratando de isolar suas variáveis, constituindo, hoje, o paradigma dominante e o contributo decisivo para um conhecimento realista do problema social.
CIÊNCIA POLÍTICA: São fortíssimos os laços entre a Ciência Política e o Direito. Na França, segundo Paulo Bonavides na obra “Ciência Política”,

a Ciência Política, antes de chegar à maioridade como disciplina autônoma, esteve quase toda contida no Direito,mormente no Direito Constitucional. A despeito do cisma operado, este ainda é o ramo da Ciência Jurídica cujo influxo mais pesa sobre a Ciência Política.(BONAVIDES,2000,p.41)

Observado esse fato, fica claro que a Ciência Política tem grande importância no estudo do Direito, principalmente em seu ramo constitucional. Essa importância se deve ao foco de estudo da Ciência Política, que reside na explicação do funcionamento do Estado e como esse se formou, suas relações com a sociedade, a própria sociedade, as políticas públicas, enfim, o estudo do governo e do poder do Estado.
A análise desses tópicos é essencial para a compreensão do ordenamento jurídico, e essa compreensão é fundamental para o estudo e a prática do Direito como um todo, mas há maior importância ainda quando falamos do direito do Estado ou direito Constitucional, ramo fundamental do direito público, que tem por objetivo regular a estrutura

Relacionados

  • Direito e as ciencias afins
    1230 palavras | 5 páginas
  • Classificação decimal universal
    13651 palavras | 55 páginas
  • Tcc gestão em segurança privada
    4922 palavras | 20 páginas
  • doutrina
    2161 palavras | 9 páginas
  • Resumo da teoria do direito
    2301 palavras | 10 páginas
  • Pim radiologia unip
    1298 palavras | 6 páginas
  • ANALISE_ERGONOMICA_SERVIÇO_TOPOGRAFIA
    4103 palavras | 17 páginas
  • RELAÇÃO DO DIREITO CONSTITUCIONAL COM OUTRAS DISCIPLINAS OU CIÊNCIAS
    1597 palavras | 7 páginas
  • Resenha Crítica Apontamentos sobre a pesquisa em direito no Brasil
    1342 palavras | 6 páginas
  • Conceitos jurídicos fundamentais
    4417 palavras | 18 páginas