O homem, centro do universo - etica e deontologia

1521 palavras 7 páginas
Índice

Introdução....................................................................................................................2

Metodologia.................................................................................................................3

Objectivos Gerais e Específicos.................................................................................4

Homem........................................................................................................................5

O Homem: Centro do Universo...................................................................................5

“O Homem é a Medida de todas as Coisas, das Coisas que São, enquanto São, das Coisas que não São, enquanto não
…exibir mais conteúdo…
“O Homem é a Medida de todas as Coisas, das Coisas que São, enquanto São, das Coisas que não São, enquanto não São.”

Com tudo o que temos, de bom e de mau, como seres humanos, somos a espécie animal que mais tem contribuído para a diversidade(variedade) deste planeta; desde os acontecimentos mais belos, até aos mais assustadores, a mão do Homem está sempre presente. Sem a intervenção humana, este Mundo seria extremamente monótono e muito aborrecido. O Homem pode tudo (no muno físico e pessoal), desde os actos mais nobres até aos mais insignificantes; pode pura e simplesmente auto destruir-se, ou construir um Futuro radioso.

O Homem tem a capacidade criativa de inventar, contruir, destruir o que ele próprio constrói, e rconstrir, tentando achar uma forma satisfatória cabendo atender as suas necessidades e desejos. O Homem não para de criar, as suas ideias mudam ao longo do tempo e da história.

O Homem é ponto de partida de todas as coisas, tudo se inicia é por vontade própria, que temos o livre opinião de fazer suas escolhas e caminhar em uma estrada, que pode se sentir felizes, amar ou odiar, ou não, sem que para isso necessite de factores externos a ele mesmo. O homem precisa de conviver, mas se basta enquanto não repartir com os outros.

O Homem é a medida de todas as coisas, a verdade do ser que pensa e ao mesmo tempo se opõe com qualquer verdade.
Mostra-se o homem-medida, sendo que as coisas portanto, estão

Relacionados

  • Bioética no contexto da filo
    4353 palavras | 18 páginas
  • Resumo do texto: “natureza humana conhecimento e saber”
    1251 palavras | 6 páginas
  • O MITO DE NARCISO E ECO E ESPIRITUALIDADE
    11873 palavras | 48 páginas
  • Bioética
    2812 palavras | 12 páginas
  • Por que não é contraditório afirmar que
    14342 palavras | 58 páginas
  • Iamamoto. capital fetiche - cap. 3
    4957 palavras | 20 páginas
  • Projeto Pedagógico Bacharelado em Educação Física
    19837 palavras | 80 páginas
  • Erro médico
    10152 palavras | 41 páginas
  • Tcc gestão em saúde e meio ambiente
    16729 palavras | 67 páginas
  • Lopes Rita Media E Poder
    11988 palavras | 49 páginas