O papel da norma culta na sociedade

2388 palavras 10 páginas
AUTORES: Amanda Barros, Bianca Corteze, Deuciane Santos, Natalia Rodrigues e Stephany Marques.

O PAPEL DA NORMA CULTA NA SOCIEDADE

OBJETIVO

A língua que utilizamos não transmite apenas nossas ideias, transmite também um conjunto de informações sobre nós mesmos. Certas palavras e construções que empregamos acabam denunciando quem somos socialmente, ou seja, em que região do país nascemos, qual nosso nível social e escolar, nossa formação e, às vezes, até nossos valores, círculo de amizades e hobbies, como skate, rock, surfe, etc. O uso da língua também pode informar nossa timidez, sobre nossa capacidade de nos adaptarmos e situações novas, nossa insegurança, etc.
A língua é um poderoso instrumento de ação social. Ela pode tanto
…exibir mais conteúdo…
Saber usar bem uma língua, equivale a saber empregá-la de modo adequado às mais diferentes situações sociais de que participamos.

Pode parecer que não, mais a norma culta está sempre presente no nosso cotidiano, por exemplo, há situações em que se deve usar traje social, outras em que o mais adequado é uma roupa casual, sem falar nas situações em que se usa pijama ou maiô. Trata-se de normas indumentárias, pois imaginam um uso "normal", assim como não é proibido ir à praia de terno, mas é um desvio que causa estranheza.

A língua funciona do mesmo modo, há uma norma para entrevistas de emprego, audiências judiciais, textos técnicos; há outra para fazer compras no supermercado, bater papo, falar com a empregada. Portanto, assim como há lugares onde todos dizemos "tô , tá" em vez de "estou, está", "a gente" em lugar de "nós", "sentar" em vez de "sentar-se", "na minha casa" por "em minha casa", e assim por diante. Não empregar o padrão culto nesses casos não é erro, é bom senso. Errado é falar como as pessoas incultas "nós foi, a gente somos, teje, menas". Só que ninguém escolarizado fala assim, a não ser de brincadeira. E quem fala assim não o faz porque quer, mas porque não teve a chance de aprender.

A diversidade linguística não se restringe a determinações motivadas pela origem sociocultural e geográfica do falante. Um mesmo indivíduo pode optar por diferentes formas linguísticas de acordo com

Relacionados

  • Linguagem formal ou informal?
    2498 palavras | 10 páginas
  • preconceito linguaitico 1
    1830 palavras | 8 páginas
  • Preconceito Linguístico
    4520 palavras | 19 páginas
  • preconceito linguistico regional
    5284 palavras | 22 páginas
  • Morfologia
    1310 palavras | 6 páginas
  • Preconceito linguistico discutido em sala de aula
    1987 palavras | 8 páginas
  • VARIAÇÃO LINGUÍSTICA: uma proposta de reflexão para o educador de língua materna da EJA
    14268 palavras | 58 páginas
  • Interpretação textual face aos conceitos de lingua, linguagem e variação linguística
    2687 palavras | 11 páginas
  • Resumo do livro ensino da gramática opressão? liberdade?
    993 palavras | 4 páginas
  • Analise textual
    4323 palavras | 18 páginas