O processo de enfermagem na aloimunização frente suas principais causas

3955 palavras 16 páginas
O PROCESSO DE ENFERMAGEM NA ALOIMUNIZAÇÃO FRENTE ÀS SUAS PRINCIPAIS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS.

BALIEIRO, Aline C. de S.*; SOARES, Amanda R.*; SOUZA, Daniela D. S.*; FERREIRA, Fernanda*; FEDELI, Juliana G.*; MATEUS, Sinara S.*, CANDELA, Mauro B.* e CONZ, Claudete A.**
RESUMO: Introdução: A isoimunização acontece em gravidez ou transfusão de sangue onde o RH positivo entra em contato com sangue RH negativo desencadeando reações imunológicas. A sensibilização é muito rara durante a primeira gestação tendo maior incidência a partir da segunda gestação. Objetivo: Descrever as repercussões maternas e fetais da isoimunização Rh e as ações do enfermeiro na assistência. Metodologia: Por meio de revisão sistemática foram incluídas todos os artigos
…exibir mais conteúdo…
INTRODUÇÃO
A isoimunização, também conhecida como aloimunização, acontece durante a gravidez ou transfusões de sangue, onde o sangue Rh positivo entra em contato com o sangue Rh negativo, desencadeando reações imunológicas. Segundo RODRIGUES (2009) as hemácias Rh positivo do feto introduzidas no organismo materno, ainda são totalmente desconhecidas. Como primeira reação imunológica, os macrófagos captam as hemácias Rh positivo e processam o antígeno, passando-os para os linfócitos. Isto é chamado de memória linfocitária.
A passagem de elementos figurados do sangue fetal para o compartimento intravascular materno ocorre devido a ruptura na membrana vásculo-sinicial da placenta. Esse fenômeno é denominado Hemorragia feto-materna (BAIOCHI, CAMANO e BORDIN, 2005).
A partir desse primeiro contato, diz-se então, que a gestante está sensibilizada ao Rh. Os linfócitos B reconhecendo o antígeno como estranho transformam-se em células produtoras de anticorpos Imunoglobulina M (Ig M), de alto peso molecular, que por isso, não consegue cruzar a placenta. É a resposta primária (RODRIGUES, 2009).
Quando ocorre nova gestação, ou transfusão incompatível, os linfócitos reconhecem as hemácia Rh positivo, os imunócitos são produzidos e passam a elaborar Ig G de baixo peso molecular que atravessam a placenta, invadem a circulação fetal, fixam nas hemácias do concepto e causam sua lise. A gestante está, então, aloimunizada ao Rh (RODRIGUES, 2009).
A transferência

Relacionados