O que é sociologia capítulo 2

1529 palavras 7 páginas
A sociologia no século passado foi tida como uma ciência que não trazia resultados convincentes. Hoje pouca são as pessoas que não acreditam nessa ciência, prova disso é a presença da sociologia nas universidades, escolas, empresas etc. Desde sua formação a controvérsia marca a sociologia, logo no início houve uma divergência em como a sociedade deveria ser estudada. A sociedade divindade por antagonismos de classe influenciou a visão dos sociólogos. Os pioneiros da sociologia tinham que deparar-se com situação reais, em que não sabia se deveriam tentar uma transformação radical ou tentar conservar a sociedade. O capitalismo em crescente expansão, com ela uma sociedade com caráter antagônico, surgiu assim várias correntes sociológicas. …exibir mais conteúdo…

Que assume como tarefa teoria explicar essa sociedade e como objetivo final a sua superação. O pensamento socialista que tem dois grandes mentores, o Marx e Engels. Difere muito do positivista, e via a sociedade industrial de forma pessimista, e criticava essa sociedade colocando em evidência o antagonismo de classe. A sociologia marxista que não estava interessada em criar uma disciplina para uma universidade, mas estava quase totalmente baseada no calor das lutas políticas da época. Criticou muito o socialismo utópico, pois esse socialismo utópico, mas não criou nenhuma forma de ação para que tivesse uma mudança profunda na sociedade. Pois par Marx a filosofia no século XIX tinha em Hegel como o principal representante e a dialética como o método usado para interpretar a realidade. Marx e Hegel vendo que a sociedade estava passando por profundas transformações graças à revolução industrial, e consideravam esse fenômeno como motor da história dos conflitos sociais. E reinterpretando o método hegeliano aplicaram a dialética como materialismo histórico dialético. Segundo esses teóricos a burguesia tem em suas posses os meios de produção e compram a força de trabalho dos trabalhadores para ganharem mais-valia (lucro) sobre esse trabalho. A sociologia com essa teoria encontrou mais uma vertente de pensamento que se tornara militante e crítico, e dessa maneira desmitificando o pensamento burguês.
E outro teórico que contribuiu para

Relacionados

  • Resumo do livro Sociologia da Infância no Brasil
    1657 palavras | 7 páginas
  • George simmel - resumo
    1764 palavras | 8 páginas
  • A sociologia da infância
    2741 palavras | 12 páginas
  • Legado da sociologia
    5787 palavras | 24 páginas
  • Atividades sociologia - cristina costa
    1346 palavras | 6 páginas
  • Questoes feitas do livro filosofando introdução à filosofia
    824 palavras | 4 páginas
  • Sociologia
    846 palavras | 4 páginas
  • atd1 sociologia da educação
    2385 palavras | 10 páginas
  • RESENHA - DA RELAÇÃO COM O SABER: ELEMENTOS PARA UMA TEORIA
    870 palavras | 4 páginas
  • As contribuições das teorias de emile durkheim, max weber e karl marx para a ciência do direito
    7765 palavras | 31 páginas