Oceania e áfrica, fronteiras, economia, conflitos, fome e doenças

2452 palavras 10 páginas
África
Industrialização tardia e incompleta

Por serem compradoras de produtos industrializados dos países do centro do sistema capitalista, as nações africanas permanecem como meras exportadoras de matérias-primas (minérios e produtos agrícolas). A grande necessidade de produtos industrializados e a pequena disponibilidade interna de capitais para comprá-los impede uma acumulação decapitais no continente, pois a maioria dos escassos recursos financeiros acaba sendo canalizada para o exterior com as importações.

O setor industrial dos países africanos, de modo geral, não apresenta diversificação nem dinamismo suficientes para sustentar um desenvolvimento econômico autônomo. As exceções são o
Egito e a África do Sul.

Boa parte das
…exibir mais conteúdo…
Manter a administração e a segurança militar das colônias tornou-se muito oneroso.

Estados corruptos, liderados por elites tribais e alinhados aos interesses dos ex-colonizadores e de outros grupos estrangeiros, implantavam projetos de industrialização e modernização com mão de ferro e forte controle estatal.

Atualmente, algumas potências econômicas regionais, como a África do Sul, a Nigéria e o Egito, buscam consolidar sua influência sobre os demais países do continente.

Apartheid: segregação étnica

Na África do Sul, essa prática ficou conhecida pelo nome de apartheid, palavra da língua africânder, originada do holandês do século XVI, que significa “separação”. Tratou-se de um regime de segregação racial em que se negava à população negra o acesso a espaços ocupados e freqüentados pelas comunidades brancas. As idéias de superioridade racial do branco europeu sobre os povos africanos foram impostas para justificar as estratégias de dominação, a expropriação de suas terras, riquezas e própria escravização.
Na África do Sul, o

Relacionados

  • Resumo livro 1808
    9965 palavras | 40 páginas
  • Prova barro branco
    13303 palavras | 54 páginas